Maradona
Divulgação
Maradona

A Justiça argentina determinou nesta quarta-feira que o corpo do ex-jogador Diego Maradona morto aos 60 anos deverá ser conservado por contra de uma ação de reconhecimento de paternidade. O ídolo morreu no último dia 25, vítima de uma parada cardiorrespiratória

O advogado de Diego Maradona afirmou para a agência Reuters que já há amostras de DNA do ex-jogador. Apesar disso, o tribunal determinou que o corpo do ex-jogador de Boca Juniors e Napoli não deve ser cremado em uma data posterior.

Maradona teve cinco filhos reconhecidos em vida. Porém, há seis com pedido de filiação. A Justiça aguarda a definição sobre a validade desses supostos herdeiros para definir a herança do ídolo.

Recentemente, Magalí Gil, de 25 anos, publicou um vídeo nas redes sociais exigindo um exame de DNA, após Claudia Mariana, sua mãe biológica, revelar no programa 'Fantino a la tarde', de uma emissora argentina, que sua filha é uma herdeira de Maradona. 

Até o momento, o craque é pai de Dalma e Gianinna, filhas de Claudia Villafañe, sua primeira esposa, e Jana, que teve em 1996 com a italiana Valeria Sabalain. Além das três mulheres, o ex-jogador também assumiu a paternidade de Diego Diego Sinagra Maradona, fruto de um relacionamento que teve na Itália, com Cristina Sinagra, e Diego Fernando, filho de Verónica Ojeda, nascido em 2013.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários