Lance

Maradona
Reprodução
Maradona


A imprensa argentina repercutiu na última segunda-feira a descoberta de uma carta assinada pelo recém falecido Diego Maradona , na qual ele expõe o desejo de que seu corpo fosse embalsamado e exposto em um mausoléu, após sua morte, como forma de homenagem.


O diretor artístico argentino Javier Grosman , ligado ao craque, revelou que ele foi o escolhido para guardar o último desejo do craque, e que Maradona entregou a carta 40 dias antes de sua morte.

"Diego não sabia que seu falecimento aconteceria em breve, mas tinha o desejo que seu legado fosse perpetuado. Era um interesse muito mais na transcendência, do que em estar vivo", disse Javier.

"Disse que seu corpo deveria ser embalsamado e exibido em um museu, ao lado dos seus troféus, camisetas e objetos que colecionou durante a carreira. Queria que a exposição fosse mantida em um mausoléu, como o de Lenin na Praça Vermelha de Moscou", detalhou ele.


Maradona também deixou uma cópia da carta com seu advogado Matías Morla. Segundo o diário "Página 12", Matías, inclusive, já teria consultado um especialista em embolsamento. A reportagem ainda conta sobre o projeto do mausoléu do craque: Universo Maradon a.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários