Com um fora de campo cercado por polêmicas,  desde festas na quarentena e até a  carteira de motorista apreendida , o meia equatoriano Cazares está fora dos planos do técnico Jorge Sampaoli, pelo menos nesse momento. A informação é da Rádio Itatiaia, de Minas Gerais.

Junto com o atacante Bruno Silva, ele foi enviado ao time de transição, que é formada por jovens das categorias de base do clube e atletas encostados por Sampaoli, como o lateral-esquerdo uruguaio Lucas Hernández e o volante paraguaio Ramón Martínez.

O equatoriano, que está recuperado da covid-19, tem enfrentado seguidas lesões e não tem nenhuma partida inteira na temporada. Para piorar, às polêmicas extracampo tem minado a sequência do meia. O último jogo de Cazares ocorreu na vitória sobre o Cruzeiro por 2 a 1, pela primeira fase do Campeonato Mineiro.

Com as conversas por uma renovação estagnadas desde o início da pandemia, o equatoriano tem contrato até o fim de 2020 com o Atlético e pode assinar um pré-contrato com qualquer equipe. O jogador chegou, inclusive, a externar ao clube o desejo de sair e o seu empresário, Jorge Marino, afirmou que o ciclo do meia no clube “se encerrou”.

Vale lembrar que, em abril, o equatoriano revelou, em entrevista, que tem vontade de atuar pelo Corinthians .

Já o centroavante, que retorna após um período de fortalecimento muscular, chegou ao Atlético no ano passado, emprestado pela Chapecoense. Porém, na partida em que fez seu primeiro gol pelo Galo, diante do Tupynambás, o jogador se lesionou sozinho.

    Veja Também

      Mostrar mais