Cazares arrow-options
Divulgação
Cazares

O meia equatoriano Juan Cazares, jogador do Atlético Mineiro, revelou ontem, em uma entrevista ao “Canal Del Fútbol, emissora de televisão do seu país, que tem vontade de atuar pelo Corinthians.

Durante a live, o atleta foi questionado pela apresentadora se gostaria de vestir a camisa do clube paulista e deixou claro esse desejo. “Sim. É uma equipe muito grande do Brasil. Uma equipe muito forte. Flamengo e Corinthians são os mais poderosos daqui (do Brasil). Como não vou gostar de vestir a camisa de uma equipe tão grande?”, disparou.

Vale lembrar que o “namoro” entre o jogador e o Corinthians é antigo. Em pelo menos três oportunidades, o meia esteve na mira do clube paulista, sendo a primeira delas quando o equatoriano ainda estava emprestado ao Banfield. Na ocasião, após ter seu nome aprovado, o time brasileiro enviou uma oferta, porém, o meia já tinha um acerto com o Galo.

Além disso, uma briga entre os argentinos e o Independiente del Valle, então dono dos direitos do jogador, fez o time paulista “tirar o pé” na disputa. Cazares estava emprestado ao Banfield, entre julho de 2014 e dezembro de 2015. Os argentinos tinham direito à prioridade na compra de direitos econômicos e à aquisição do direito federativo do camisa 10. Na época da transferência, os dirigentes do Banfield garantiram que exerceram essa compra na data estipulada em contrato, fato negado pelos equatorianos. O caso chegou a FIFA, mas um pedido de indenização de 15 milhões de dólares por parte dos argentinos foi negado pela entidade.

No ano passado, Cazares voltou à lista de reforços do time de Parque São Jorge, já que era um desejo do então técnico Fábio Carille. O Corinthians chegou a se encontrar como empresário do jogador e teria apresentado um contrato de três anos. Porém, com a demissão do treinador, em novembro de 2019, as conversas pararam. Em entrevista, em dezembro passado, logo após a derrota dos paulistas para o Galo, pelo Brasileirão, o diretor Duílio Monteiro Alves revelou que os planos mudaram, justamente em virtude da troca de treinador. “Tinham nomes que o Carille tinha passado e que não interessam mais ao clube. Por isso, muitos nomes que já foram ventilados o Corinthians não está mais atrás. É o caso do Cazares”, explicou.

Procurado pelo iG , um dirigente do clube garantiu à reportagem que, no momento, “não há interesse no jogador”. Ele também negou que o Atlético teria procurado o Corinthians tentando uma troca entre Cazares e o meia chileno, Ángelo Araos, que tem recebido poucas oportunidades no time paulista.

No Galo, por sua vez, a pandemia do novo coronavírus estagnou as conversas de renovação com meia, que tem contrato até o fim de 2020 e pode assinar um pré-contrato no meio do ano. Em declaração dada em Belo Horizonte, Sérgio Sette Câmara, presidente do Atlético, falou da situação.

“Quando estávamos começando a conversar (sobre a renovação com Cazares), tivemos o problema do coronavírus. Tudo parou. E essas conversas não foram à frente, até porque a última coisa que vamos fazer agora é dar aumento de salário para alguém. Para fazer algum tipo de prorrogação do contrato dele, isso passaria por um aumento salarial e pagamento de luvas. Na volta, se o Alexandre Mattos (diretor de futebol do clube) chegar a um bom termo com ele, vamos tratar sobre esse assunto”, disse.

O meia é apontado como uma peça importante no Atlético do argentino Jorge Sampaoli. Além disso, o jogador já conta com recordes pelo time mineiro, sendo o segundo maior artilheiro estrangeiro do clube, com 41 gols, e também o estrangeiro que mais vestiu a camisa do Galo, somando 205 jogos.

    Veja Também

      Mostrar mais