Vitor Belfort e esposa Joana Prado pedem revanche contra Jon Jones

Brasileiro disse que não deveria ter levado a luta para o chão quando estava em vantagem na trocação em pé

iG São Paulo | - Atualizada às

Reprodução
Joana Prado posta foto com o marido Vitor Belfort após a derrota para Jon Jones

Vitor Belfort aceitou o convite de última hora para desafiar Jon Jones pelo cinturão dos meio-pesados. E apesar da derrota do último sábado , o lutador ainda não desistiu do combate. Depois de admitir que cometeu um erro no duelo, o brasileiro afirmou que poderia ter feito melhor e pediu uma revanche contra o campeão em discurso repetido pela sua esposa, Joana Prado.

Você acha que Belfort merece a revanche contra Jon Jones? Dê sua opinião

“Novamente afirmo que poderia render muito mais. Mas fico feliz pelo carinho de todos vocês e de maneira alguma estou dando desculpa pela derrota. Estou arrasado, mas vamos dar a volta por cima. Acho que mereço uma segunda chance com o Jones, pois peguei a luta com somente três semanas (de antecedência)”, afirmou o atleta por meio do Twitter antes de receber o apoio de Joana Prado, a Feiticeira.

Veja também: Belfort diz que vacilou na chave de braço e pede perdão ao Brasil

“Acho justo uma revanche entre o Vitor Belfort e o Jon Jones. O que acham?”, perguntou Joana pouco depois de postar uma foto ao lado do lutador com a cara ainda bem machucada.

Belfort quase surpreendeu Jon Jones quando encaixou uma chave de braço no rival logo no primeiro round. Apesar do perigo iminente, Jones conseguiu se livrar do golpe sem bater e depois comprovou sua superioridade até vencer o confronto no quarto round, também com uma finalização.

Confira ainda:  Jon Jones finaliza Belfort e mantém cinturão dos meio-pesados do UFC

“Fiquei muito chateado comigo de, no quarto round, ter puxado ele para a guarda, pois estava levando vantagem na trocação”, completou Belfort

O brasileiro também usou a rede social para negar que tenha largado o braço de Jon Jones de propósito . “Gente, a tradução aí foi errada. Eu não soltei o braço dele coisa nenhuma. Eu vacilei em ouvir os estalos e perdi o encaixe por 1 segundo. Na seqüência, o Jones saiu muito bem, foi só isso. Mérito do Jones e vacilo meu”, concluiu.

Leia tudo sobre: UFCVitor BelfortJon Jones

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG