Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Marcelinho Paraíba volta a ser indiciado por estupro em festa

Marcelinho Paraíba terá que responder por possívei agressões nos lábios e no couro cabeludo de uma mulher

Gazeta |

O atacante Marcelinho Paraíba voltou a ser indiciado por estrupro pela delegada Herta de França, responsável pela Delegacia da Mulher de Campina Grande. O promotor que trata do caso havia solicitado uma nova averiguação para que o processo contra o jogador do Sport Recife fosse encaminhado e acatou a medida após a presença de novas testemunhas no caso.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Indiciado no artigo 213 do Código Penal Brasileiro, que caracteriza o crime de estupro, Marcelinho Paraíba terá que responder por possívei agressões nos lábios e no couro cabeludo de uma mulher que participava de uma festa em seu sítio, em novembro do ano passado. O atleta chegou a ser preso e libertado após o incidente.

CLIQUE AQUI E VEJA A GALERIA DE FOTOS DE OUTROS ATLETAS COM PROBLEMAS JUDICIAIS

Futura Press
Marcelinho Paraíba foi indiciado por tentativa de estupro e pode pegar de oito a 12 anos de prisão

Agora, o Ministério Público receberá o processo, enquanto os depoimentos serão encaminhados para a Central de Inquéritos do Ministério Público. Segundo os promotores, o caso agora possui provas contundentes para a acusão ser formalizada contra o jogador e novos capítulos no polêmico incidente deverão tomar forma nos próximos dias.

Leia mais: Breno pode ser preso na Alemanha

Desde a sua prisão, no ano passado, Marcelinho Paraíba clamou por sua inocência e disse que foi alvo de uma armação da vítima e de seu irmão, o delegado Rodrigo Rêgo. A defesa do atacante agora espera pelo arquivamento do processo na Justiça, enquanto a promotoria aguardará a formalização das acusações.

Leia tudo sobre: SportMarcelinho Paraíbaestupro

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG