Tamanho do texto

Com a Lei do Incentivo ao Esporte, pessoas físicas de todo o país contribuem porcentagem do Imposto de Renda e participam no auxílio do Instituto

Ana Moser, presidente do Instituto Esporte & Educação (IEE)
Luiz Doro/adorofoto
Ana Moser, presidente do Instituto Esporte & Educação (IEE)

O Instituto Esporte & Educação (IEE), vem transformando vidas de crianças, jovens e adultos há mais de 15 anos. Criado e presidido pela medalhista olímpica e ex-jogadora de vôlei Ana Moser, a entidade conta com a contribuição do Imposto de Renda de pessoas físicas. Através da Lei de Incentivo ao Esporte, qualquer cidadão tem o direito de investir até 6% dos impostos em projetos aprovados pelo Ministério do Esporte.

LEIA MAIS: Gabriel Medina inaugura Instituto para formar novas promessas do surfe

José Geraldo da Silva, professor de educação física do município de Carpina, em Pernambuco, viu nas redes sociais a possibilidade de contribuir para o trabalho de Ana Moser . "Vi no Facebook e senti vontade de ajudar porque acho o trabalho do Instituto Esporte & Educação excelente", afirmou o educador de 58 anos.

"Ainda pretendo em 2017 ajudar mais. Acho que é uma forma de contribuir com o bom trabalho que é feito. Aliás, acho que todos que são esportistas deveriam doar", comentou José Geraldo. Mesmo com dificuldades na agência bancária, ele insistiu e retornou um dia depois para fazer a doação.

LEIA MAIS: Conheça o projeto social que levou a campeã Rafaela Silva para o esporte

Mais doações

"Resolvi doar porque gostaria que outros jovens tivessem a mesma oportunidade que meus filhos têm, além de entender que o esporte traz dignidade, evolução pessoal e diminuição da violência. E o trabalho que o IEE faz é muito sério, atuando na base, formando educadores e utilizando espaços públicos para atuar de forma eficiente e efetiva", disse o advogado Alexandre Gottlieb Lindenbojm.

A vontade de Alexandre contribuir com o Terceiro Setor é antiga. "Há dez anos, tive interesse em promover o esporte como forma de inclusão. Minha primeira iniciativa foi criar uma ONG, mas quando pesquisei o que já existia, com a ajuda do Instituto Azzi, encontrei o IEE, da Ana Moser", disse o paulistano de 45 anos. Além de doar, procurei ajudar o Instituto a captar junto a empresas do meu relacionamento, o que trouxe contribuições bem mais significativas do que a que fui capaz de fazer como pessoa física".

LEIA MAIS: Jovens do Distrito Federal têm vidas transformadas pelo sonho olímpico

Instituto Esporte & Educação (IEE)
Célia Santos/ IEE
Instituto Esporte & Educação (IEE)

Instituto Esporte & Educação

Criado por Ana Moser em 2001, o IEE já atendeu mais de 3,1 milhões de crianças e jovens em todo o Brasil, além de ter contribuído para a formação de mais de 30 mil professores.

    Leia tudo sobre:
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.