Tamanho do texto

Sérvio passou fácil pelo francês e agora tentará se isolar como maior campeão do Grand Slam em duelo entre os atuais dois melhores do mundo

Se a  vitória de Rafael Nadal para chegar à decisão do Aberto da Austrália foi considerada fácil, a de Novak Djokovic, nesta sexta-feira, sobre Lucas Pouille, não ficou para trás. O sérvio arrasou o francês por 3 sets a 0, com parciais de 6-0, 6-2 e 6-2, em apenas 1h23 para chegar à sua sétima decisão no piso de Melbourne.

Novak Djokovic tentará se isolar como maior campeão do Aberto da Austrália contra o espanhol Rafael Nadal
Divulgação/AO
Novak Djokovic tentará se isolar como maior campeão do Aberto da Austrália contra o espanhol Rafael Nadal

Desta forma, Djokovic , melhor do mundo, e Nadal, número 2, repetirão uma das grandes finais dos últimos tempos. Em 2012, o sérvio venceu por 3 sets a 2 em quase 6 horas de partida. Djoko tentará se tornar o primeiro heptacampeão do torneio e se isolar como maior vencedor - atualmente divide o posto com Roger Federer.

"Foi uma das melhores partidas que tive nessa quadra. Tudo funcionou. Eu executei tudo que eu tentei e ainda mais do que eu esperava", afirmou o sérvio logo após a vitória no Aberto da Austrália .

“Eu já disse antes que sempre acreditei em mim mesmo, e a autoconfiança sempre prevalece. Sempre houve parte de mim, e ainda é, que acreditava que eu posso jogar dessa maneira. Essa é a chave - sempre confiando nas suas qualidades e confiando que o processo vai acabar do jeito que você quer”, acrescentou.

Leia também: Roger Federer lamenta eliminação na Austrália: "saio muito dolorido"

Pelo lado do espanhol, uma vitória significa se tornar o primeiro tenista da Era Aberta a ter pelo menos dois títulos em cada um dos Grand Slams.

Esta será a 53ª vez que dois dos maiores tenistas da história irão se enfrentar. O duelo entre os dois é muito equilibrado, sendo 27 vitórias para o sérvio e 25 para Nadal . O último encontro foi em Wimbledon, quando os dois disputaram uma vaga na final e que o atual número 1 do mundo venceu em cinco sets.

Nesta decisão, pesa o fato de que todas as vezes que chegou lá, Nole venceu, enquanto o canhoto de Mallorca tentará seu segundo título na sua quinta perna decisiva.

Leia também: Rafael Nadal doa um milhão de euros para vítimas de enchentes em Mallorca

Sobre enfrentar Nadal, o melhor do mundo disse: "Nadal tem sido ao longo da minha vida e carreira o maior rival que eu joguei em todos os pisos". A decisão entre Rafael Nadal e Novak Djokovic acontecerá neste domingo.