Tamanho do texto

Conhecido pela indisciplina, Nicholas Kyrgios alegou que não está contente em passar tanto tempo longe da família e vai se aposentar do esporte

Nick Kyrgios anuncia aposentadoria se vencer o Australian Open de janeiro
Reprodução/ Facebook
Nick Kyrgios anuncia aposentadoria se vencer o Australian Open de janeiro

Conhecido como bad-boy do tênis, o australiano Nicholas Kyrgios disputará no mês de janeiro o primeiro Grand Slam do ano, o Australian Open, e em entrevista concedida nessa semana afirmou que se conquistar esse título irá anunciar a aposentadoria do esporte.

Leia também:  Cinco anos após acidente como está a saúde de Michael Schumacher?

Kyrgios tem apenas 23 anos e uma aposentadoria nessa idade, sem histórico de lesões graves, não é comum. “Estou cansado de viajar pelo mundo. Passo muito tempo longe de casa e não gosto disso”, afirmou o atual número 35 do mundo.

Nesses últimos dias do ano, Kyrgios está disputando o Aberto de Brisbane. Ele enfrenta nessa segunda-feira o americano Ryan Harisson, pela terceira rodada do simples masculino e compete também nas oitavas de final das duplas, ao lado de Taylor Fritz.

Sobre estar em seu país natal e disputar dois torneios seguidos ele disse estar animado. “Tenho boas lembranças de Brisbane, me sinto confortável aqui e estou realmente ansioso para jogar na Austrália neste próximo mês”, se referindo ao Australian Open, que começa no dia 14 de janeiro.

O fim de ano do atleta não tem sido dos melhores. Apesar de estar competindo, o tenista sofreu uma mordida de aranha no Natal e precisou de atendimento médico.

Leia também:  LeBron James e Serena Williams são eleitos atletas do ano por agência dos EUA

“Senti certa irritação no meu pé um dia antes do Natal e depois que acordei meu pé estava realmente inchado. Fiquei no hospital nos últimos dias recebendo antibiótico, vou me recuperar, mas isso definitivamente impactou minha preparação e o pé ainda está inchado”, comentou o tenista.

Nick Kyrgios tem fama de indisciplinado nos circuitos de tênis. Somente no ano de 2015 ele recebeu uma suspensão condicional da ATP por atitudes dentro de quadra e não era raro vê-lo discutir com árbitros.

Em 2016 ele forçou uma derrota, irritou os torcedores e foi acusado de falta de espírito esportivo. Em encontro com o suíço Stanislas Wawrinka, Kyrgios comentou sobre a namorada do rival durante o jogo e causou polêmica com o tenista. Apesar das complicações, no último ano ele foi mais contido.

Kyrgios nunca venceu um Grand Slam. Teve a primeira conquista de sua carreira, a nível de ATP, em 2016 ao vencer a Copa Hopman. Ao longo de sua carreira de simples masculino o tenista acumula 129 vitórias e 73 derrotas, com quatro títulos. Já nas duplas tem 30 vitórias e 32 derrotas com um título.

Leia também: Atletas brasileiros da São Silvestre falam sobre espectativas para a corrida

O anúncio da aposentadoria de Nick Kyrgios é uma surpresa para o mundo do tênis. Para quem gosta de assisti-lo em quadra é torcer para que o atleta não vença o Australian Open e continue no circuito durante o ano de 2019.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.