Tamanho do texto

De acordo com Julen Benneteau, o suíço tem os melhores horários nos Grand Slam e, que por ser muito conhecido, em diversos privilégios com a ATP

Para tenista francês, Roger Federer é favorecido por escolha de horários nos Gram Slam
Reprodução
Para tenista francês, Roger Federer é favorecido por escolha de horários nos Gram Slam

O mundo do tênis assiste a uma polêmica em torno de uma das suas maiores personalidades. Durante entrevista ao programa de rádio Les Grandes Gueules, o francês Julien Benneteau afirmou que Roger Federer é favorecido com a escolha de horários nos Grand Slams.

Leia também:  Roger Federer inova e surpreende durante treino para o ATP Finals

Na última semana, Benneteau deu a seguinte declaração para a rádio. “Que coincidência que no Aberto da Austrália Roger Federer jogou 12 ou 13 dos seus últimos 14 jogos à noite”.

A fala do tenista de 36 anos dá a entender que o suíço é favorecido por não atuar em horários de forte calor. Além disso, ele apontou que esse comportamento é aceito por todos porque “ninguém diz nada contra Federer”.

De acordo com o esportista, o fato de o suíço ser muito conhecido nos circuitos de tênis dá a ele vários privilégios. “Em 2018, ele [Federer] jogou contra Roger Struff no mesmo dia que Novak Djokovic enfrentrou Monfils. Eu acho que qualquer diretor colocaria o Djokovic-Monfils à noite, não é? Não, eles jogaram às duas e meia da tarde, a 42ºC e Federer à noite”, exemplificou.

A crítica de Benneteau não se restringiu apenas ao Aberto da Austrália, mas atingiu também a organização de Wimbledon e do US Open.

O que Roger Federer pensa disso?

Roger Federer durante o US Open deste ano
Reprodução / US Open
Roger Federer durante o US Open deste ano

Nesta terça-feira, o atual número 2 do mundo do tênis comentou rapidamente o caso após vencer o austríaco Dominic Thiem pelo ATP Finals , em Londres. O tenista admitiu que é consultado sobre os horários de seus jogos.

Leia também: Fisiculturista de Honduras é brutalmente assassinada e corpo é achado em mala

“Eu pedi para jogar na segunda-feira no US Open e joguei a noite. Tem esse problema há 20 anos e enfrento com bom humor. As vezes me perguntam se prefiro jogar na segunda ou terça, outras vezes se prefiro a noite ou de dia.  Falam sempre com o meu agente”, disse Federer.

Para não criar polêmicas com Benneteau, Roger disse que conhece o tenista há muitos anos e ele é um bom rapaz. “Eu prefiro virar a página em vez de adicionar algo para que tenham sobre o que escrever. Obrigado, pessoal”, e encerrou sua conversa com os jornalistas.

O organizador do Australian Open, Craig Tiley, deu uma explicação simples sobre o porquê Federer é considerado favorecido nas agendas de seus jogos.

“Os torcedores pedem sua presença nos grandes estádios e nossos operadores de televisão naturalmente querem seus jogos no melhor momento. Não acho que haja algum diretor de torneios no mundo que não leve esses fatores em conta ao organizar o cronograma”, finalizou.

Leia também:  Brasileiro Hugo Calderano é indicado a melhor do mundo no tênis de mesa

Roger Federer volta à quadra amanhã, em Londres, às 18h (horário de Brasília) para enfrentar o sul-africano Kevin Anderson. O outro jogo do dia será realizado as 12hrs.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.