Tatiana é uma dos três brasileiros em torneio australiano de surfe
WSL / Ethan Smith
Tatiana é uma dos três brasileiros em torneio australiano de surfe

Há duas semanas do início do Mundial de Surfe, que começa no dia 03 de abril, alguns atletas da elite já aquecem em eventos menores também organizados pela WSL. No QS 6000 Vissla Sidney Surf Pro, na Austrália, quatro sul-americanos disputam as finais deste domingo.

Leia também:  Veja quais são as novidades anunciadas pela Liga Mundial de Surfe em 2019

Os brasileiros Jadson André, Jessé Mendes, Tatiana Weston-Webb e o peruano Alonso Correa, venceram suas baterias no sábado de ondas de 2-3 pés em Manly Beach e seguem na disputa do título do surfe .

Jadson não perde mais a liderança do ranking do WSL Qualifying Series, a divisão de acesso para a elite do surfe, e terá um duelo sul-americano com Alonso Correa, valendo a última vaga para as semifinais.

Jessé Mendes disputa a segunda bateria com o australiano Nicholas Squiers e a sua namorada, Tatiana Weston-Webb, enfrenta a australiana que lidera o QS feminino, Isabella Nichols.

As meninas abriram o sábado de ondas pequenas, mas com boa formação para manobras de borda e aéreas também, que os homens escolheram para arrancar as maiores notas do dia. A gaúcha Tatiana Weston-Webb entrou no quarto duelo do dia e começou bem, manobrando forte uma boa onda que valeu 8,33. Isabella Nichols, adversária de Tatiana, teve nota 13,26 no duelo australiano com Sophie McCulloch.

Você viu?

Leia também:  Recordista de ondas gigantes, Maya Gabeira vira Barbie em edição especial

Tatiana Weston-Webb é a única representante da América do Sul desde as oitavas de final femininas. Já na categoria masculina, foram seis disputando classificação no sábado e apenas metade avançou para as quartas de final.

Jessé Mendes foi o segundo membro da Brazilian Storm a entrar na água, depois de Thiago Camarão que não se classificou. O paulista empatou esse placar em 1 a 1, somando duas notas na casa dos 6 pontos para despachar Jacob Willcox por 12,60 a 8,93. O peruano Alonso Correa venceu o australiano Liam O´Brien por 13,57 a 10,80 pontos.

O líder do QS Qualifying Series da WSL , Jadson André começou fulminante a temporada 2019, decidindo os títulos das duas únicas etapas que competiu esse ano. Venceu o Oi Hang Loose Pro Contest em Fernando de Noronha e ficou em segundo na disputa de Newcastle no domingo passado, perdendo para o paulista Alex Ribeiro.

Neste sábado, Jadson André disputou a última bateria do dia com o neozelandês Ricardo Christie e venceu por 13,97 a 13,30 pontos.

Leia também:  Após curtir carnaval, Gabriel Medina mira tri mundial e vaga para Olimpíadas

As etapas do QS 6000 masculina e feminina do Vissla Sydney Surfe Pro são transmitidas ao vivo da Austrália pelo site oficial da WSL e as quartas de final devem começar as 7h00 do domingo em Manly Beach, 17h00 do sábado no fuso horário de Brasília.

    Leia tudo sobre: surfe

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários