Tamanho do texto

Natural da cidade do litoral paulista, o surfista foi recebido por uma multidão para comemorar seu segundo título mundial no esporte

Gabriel Medina mostra o troféu para o público
reprodução / WSL
Gabriel Medina mostra o troféu para o público

O bicampeão mundial de surfe Gabriel Medina voltou para a cidade de Maresias, no litoral norte de São Paulo, no final da tarde deste domingo (23) e foi recebido por uma multidão que o esperava para comemorar a conquista do título.

Leia também: Com melhor nota do dia, Gabriel Medina conquista bicampeonato mundial de surfe

Em cima de um carro do Corpo de Bombeiros da cidade onde nasceu, Gabriel Medina se dirigiu até a Praça Internacional do Surfe , onde pegou um microfone e agradeceu o carinho do público.

"Obrigado pela presença, pela torcida. Estou muito feliz em ser recebido assim. Eu sou apenas um menino de Maresias, que sonhava bastante. Treinei bastante e graças a Deus consegui realizar meu sonho. Estou muito agradecido por cada mensagem. Estou até sem palavras. É uma honra levar essa bandeira para fora. Fico feliz por ter representado vocês ", disse o surfista para a multidão presente.

Visualizar esta foto no Instagram.

🇧🇷🏆

Uma publicação compartilhada por G. Medina (@gabrielmedina) em


Leia também: Surfista havaiano é suspenso após trocar socos com brasileiro; assista

Natural de Maresias , Medina ainda tem uma casa na região e costuma surfar na cidade durante uma etapa e outra do Circuito Mundial de Surfe, além de manter o Instituto Gabriel Medina, onde meninos e meninas ganham aulas do esporte.

"Aqui é um lugar que sempre morei. Passo o ano viajando, mas aqui é sempre onde volto. Foi aqui que tudo começou. Onde tenho minha família, meus amigos. Meus treinos são aqui e em Paúba. Lembro que surfava aqui em frente da praça a minha infância toda. Estar aqui sendo recebido desta forma é especial. É um lugar que nunca vou esquecer", disse.

Visualizar esta foto no Instagram.

🇧🇷❤️

Uma publicação compartilhada por G. Medina (@gabrielmedina) em

Em sua chegada ao Brasil, Medina também foi recebido com festa no aeroporto em uma demonstração de que suas conquistas estão o levando ao patamar de ídolo nacional, mas ele prefere afastar as comparações com Guga e Ayrton Senna, que foram tricampeões no tênis e na Fórmula 1, respectivamente.

Leia também: Surfista portuguesa sofre tentativa de estupro e é esfaqueada após reagir

"É uma honra ser comparado ao Guga e Ayrton, são caras que admiro muito, fizeram muito pelo país e servem de exemplos. Se hoje me dedico muito a representar meu país foi porque vi esses caras. Apesar da minha idade, assisti filmes, já li livros e não tem nem como me comparar com eles, não me vejo nesse patamar. Tenho muito orgulho de ser brasileiro", afirmou  Gabriel Medina .

    Leia tudo sobre: Surfe
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.