Tamanho do texto

Zack Davis usava pulseira 'repelente' no braço esquerdo durante o acidente

Zack Davis, logo após ser atacado por tubarão
Reprodução/ CBS12.com
Zack Davis, logo após ser atacado por tubarão

Na última semana, o americano Zack Davis, de 16 anos, foi atacado por um tubarão enquanto surfava perto do parque estadual de Avalon, na Flórida (EUA). No momento do incidente, o garoto estava usando uma pulseira "repelente" de tubarões. O equipamento custa R$ 256 e pela teoria, espanta os animais, reduzindo o risco de ataque.

Leia mais: Surfista australiano conta como escapou de ataque de tubarão com socos

"Eu senti uma pressão no meu braço direito e eu sabia que era uma dentada de tubarão quando olhei e vi que estava sangrando muito. Foi muito louco", disse o garoto. Zack levou cerca de 44 pontos.

O surfista diz que não sabe o que fez o tubarão o soltar e conta que a mordida durou cerca de três segundos. Além disso, Zack não teve tempo de fazer nada contra o animal, saiu rapidamente da água antes que fosse atingido novamente. "Eu fiquei muito nervoso, mas reagi muito rápido. Eu tirei a cordinha da prancha e enrolei no meu braço porque não queria perder mais sangue", completou.

Leia mais: Com nove brasileiros na elite, mundial de surfe tem seus competidores definidos

A pulseira "repelente" funciona através de um sistema magnético que dificulta a aproximação de tubarões. São dispositivos de precaução e diminuem a chance de ataque. Além disso, tinha sido um presente de Natal que Zack havia ganhado de sua mãe, que ficou muito preocupada ao saber do ocorrido. Era a primeira vez que o garoto usava o acessório.

"Eu vou voltar a surfar obviamente, quando puder e tiver a chance. Eu não vou parar de surfar por causa de um tubarão", disse Zack Davis.

Leia mais: Confira os convidados para o In Memory of Eddie Aikau 2016/2017

Pulseira

"Estou aliviado em saber que Zack está bem e já com planos de voltar para a água", disse co-fundador da empresa responsável pela pulseira, Nathan Garrison para o "CBS 12". A organização ainda afirmou que está dando novas pulseiras ao surfista e que cientistas investigarão o incidente, já que o jovem é o primeiro caso de ataque registrado pela marca.

    Leia tudo sobre: surfe
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas