Tamanho do texto

Aumento do número de ataques nas praias da costa leste da Austrália intriga especialistas

Surfista Craig Ison sobreviveu depois de lutar com um tubarão-branco
Reprodução
Surfista Craig Ison sobreviveu depois de lutar com um tubarão-branco

Surfistas na Austrália estão preocupados com o aumento, nos últimos dois anos, no número de ataques de tubarão nas praias da costa leste da Austrália.

Não há consenso sobre as possíveis razões para o problema. Uma explicação estaria no crescimento da população de focas, um dos alimentos favoritos dos tubarões.

E mais:  Vegetarianos estão em desvantagem no esporte?

Desde 2014, foram registrados 14 ataques de tubarão-branco nas praias australianas. Em 2013 houve oito, sete de tubarões-brancos. Entre 2000 e 2010, a média de ataques a surfistas era de 4,4 por ano.

O surfista Craig Ison sobreviveu depois de lutar com um tubarão-branco.

Veja:  Australiano usa drone para receber cachorro-quente em hidromassagem e pode ser multado

“Soquei o tubarão várias vezes, até ele que parou de atacar. Ele ficou zonzo”, lembra. Craig foi socorrido por outro surfista e levado ferido para o hospital.

Craig Ison teve ferimentos na perna
Reprodução
Craig Ison teve ferimentos na perna

Ele foi operado às pressas e quase perdeu a perna esquerda.

“Quase arrancou a minha perna. Olha como foi por pouco”, diz, mostrando as várias cicatrizes.

Muitos surfistas agora passaram a defender a caça ao tubarões na costa leste.

Confira:  O homem contratado para fazer sexo com adolescentes


    Leia tudo sobre: Surfe
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas