Tamanho do texto

Ian Gouveia é a única novidade dos brasileiros no tour mundial de 2017

Brazilian Storm é o termo criado pela mídia para se referir à nova geração de brasileiros no surfe
Divulgação
Brazilian Storm é o termo criado pela mídia para se referir à nova geração de brasileiros no surfe

O Brazilian Storm vem mantendo a força no circuito mundial de surfe em 2017. Com nove surfistas na WSL, o único reforço brasileiro é Ian Gouveia, pernambucano radicado em Florianópolis.

Surfe: saiba tudo sobre o esporte e estilo de vida

Filho do mestre do surfe Fábio Gouveia, Ian mostrou um bom desempenho no QS e obteve bons resultados na perna europeia. Com um quarto lugar na final do Pantin Classic Galícia Pro, na Espanha, em seguida o surfista ficou no posto mais alto do pódio em Açores, Portugal. No Marrocos ainda fez um quinto lugar e de volta a Portugal, conquistou mais um terceiro lugar no Billabong Pro de Cascais.

Além de Ian Gouveia, o potiguar Jadson André, que já estava no tour, garantiu sua vaga através do QS, pois não tinha conseguido ficar entre os 22 primeiros colocados. Alejo Muniz e Alex Ribeiro perderam suas vagas e vão ter que disputar a divisão de acesso para tentar reconquistar um lugar no mundial.

Adriano Souza Mineirinho, Gabriel Medina, Filipinho Toledo, Miguel Pupo, Ítalo Ferreira, Caio Ibelli e Wiggolly Dantas ficaram entre os 22 primeiros do ranking e permanecem no tour.

Há ainda dois brasileiros na lista de espera para a elite do surfe, Bino Lopes e Jessé Mendes, o 11º e 12º colocado, respectivamente. Ambos bateram na trave, já que são apenas 10 vagas para o CT.

Leia mais: WSL divulga calendário 2017 do mundial de surfe

Confira os 32 surfistas do WSL 2017

Adrian Buchan (AUS)
Adriano de Souza (BRA)
Caio Ibelli (BRA)
Conner Coffin (EUA)
Connor O'Leary (AUS)
Ethan Ewing (AUS)
Ezekiel Lau (HAV)
Filipe Toledo (BRA)
Frederico Morais (POR)
Gabriel Medina (BRA)
Ian Gouveia (BRA)
Italo Ferreira (BRA)
Jack Freestone (AUS)
Jadson Andre (BRA)
Jeremy Flores (FRA)
Joan Duru (FRA)
Joel Parkinson (AUS)
John John Florence (HAV)
Jordy Smith (SRA)
Josh Kerr (AUS)
Julian Wilson (AUS)
Kanoa Igarashi (EUA)
Kelly Slater (EUA)
Kolohe Andino (EUA)
Leonardo Fioravanti (ITA)
Matt Wilkinson (AUS)
Michel Bourez (PYF)
Mick Fanning (AUS)
Miguel Pupo (BRA)
Sebastian Zietz (HAV)
Stuart Kennedy (AUS)
Wiggolly Dantas (BRA)

Leia mais: Ian Gouveia é o novo brasileiro na elite do surfe de 2017

A temporada do surfe mundial começa na Austrália, sendo o primeiro evento na Gold Coast, a partir do dia 14 de março. Seguido por Margaret River (29 de março) e Bells Beach (12 de abril), a perna australiana encaminha o tour para o Brasil, no Rio Pro, a partir do dia 9 de maio.

    Leia tudo sobre: surfe