Tamanho do texto

O amistoso é considerado o maior desafio da história da seleção brasileira no rugby. A Nova Zelândia é o país de mais tradição no esporte

Seleção brasileira de rugby enfrenta os famosos All Blacks
João Neto / Fotojump
Seleção brasileira de rugby enfrenta os famosos All Blacks

A Brasil Rugby , seleção brasileira do esporte, terá o maior teste de sua história no próximo sábado (10), quando receberá os All Blacks Maori em partida festiva no Morumbi, às 19 horas.

Leia também: Jogadora de rugby morre após bater a cabeça e sofrer lesão durante partida

O jogo premia a grande temporada dos brasileiros, que venceram a Argentina XV e foram campeões Sul-Americanos de rugby pela primeira vez na história.

“Para o Brasil é incrível receber os All Blacks Maori. Sabemos o valor dos Maoris. Nosso trabalho permitiu que a gente fosse respeitado na modalidade e, com isso, receber esse tipo de adversário”, afirmou Felipe Sancery, capitão da Brasil Rugby, em entrevista coletiva. “Será uma partida que vou me lembrar para o resto da vida e, também, uma oportunidade para a gente mostrar nosso potencial”.

Originários da Nova Zelândia, um dos países com maior tradição na modalidade da bola oval, os All Blacks Maori são uma seleção que realiza amistosos pelo mundo utilizando somente atletas que possuam descendência Maori, etnia do povo nativo daquele país.

“Eu nunca imaginei estar no Brasil. O rugby é um modo de vida na Nova Zelândia e eu fico feliz que a gente esteja ajudando novos países a se desenvolverem no esporte. Vejo esse jogo como uma grande oportunidade para os dois países. Conheço pouco o rugby brasileiro, comparado ao que se sabe sobre o futebol daqui, mas jogos como esse podem ajudar na exposição do esporte”, ressaltou Clayton McMinnan, técnico dos All Blacks Maori.

Leia também: Seleção brasileira de rugby XV alcança feito histórico em partida na Europa

E uma das suas principais características é a Haka, uma dança típica do povo Maori sempre realizada antes das partidas dos neozelandeses.

“A Haka é algo que aprendemos desde criança na Nova Zelândia. Cada província tem o seu ritual e ele ajuda a nossa equipe a alcançar uma maior inspiração. É muito significante para nosso time, é realmente especial e também a forma que mostramos respeito ao nosso adversário”, comentou Ash Dixon, capitão dos All Blacks Maori.

Ações antes da partida de rugby

Entrevista coletiva antes da partida de rugby entre Brasil e Nova Zelândia
João Neto / Fotojump
Entrevista coletiva antes da partida de rugby entre Brasil e Nova Zelândia

Nos dias que antecedem a partida, serão realizadas ainda mais três ações prévias ao jogo. Nesta quinta-feira (8), será feita a montagem do Morumbi, a partir das 9 horas da manhã. Os postes de H serão montados e as linhas do campo de rugby demarcadas.

Já na sexta-feira (9), três atletas dos All Blacks Maori e três da Brasil Rugby participarão de uma pelada para a imprensa no Núcleo de Alto Rendimento (NAR), das 9h30 às 11h30, com intuito de ensinar os jornalistas as técnicas, jogadas e regras da modalidade com os atletas.

Leia também: Jogadoras de equipe de rugby ficam nuas em calendário para arrecadar dinheiro

No mesmo horário, outros três atletas dos All Blacks Maori e três da Brasil Rugby irão até o Instituto Rugby Para Todos, em Paraisópolis, para oferecer um workshop para as crianças do projeto social.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.