Tamanho do texto

Atleta brasileira dos saltos ornamentais busca também uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020

Ingrid Oliveira arrow-options
Instagram
Ingrid Oliveira, atleta brasileira dos saltos ornamentais

Esperança de um bom desempenho para o esporte brasileiro na prova de saltos ornamentais , a atleta Ingrid Oliveira, de 23 anos de idade, já está na cidade de Lima para a disputa dos Jogos Pan-Americanos.

Leia também: Envolvida em polêmica no Rio 2016, Ingrid posa para fotos sensuais; confira

Uma lesão no punho tirou Ingrid Oliveira do Mundial de Esportes Aquáticos realizado em Gwangju, na Coreia do Sul, e a participação no Pan 2019 será a penúltima chance de carimbar uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

Caso não consiga se classificar para as Olimpíadas, ela terá outra chance em fevereiro do ano que vem, na Copa do Mundo do Japão, que também serve como pré-olímpico da modalidade.

Ingrid Oliveira%2C atleta brasileira dos saltos ornamentais arrow-options
Instagram
Ingrid Oliveira, atleta brasileira dos saltos ornamentais

Leia também: Ingrid Oliveira diz que rótulo de musa ofusca seu lado como atleta. Veja fotos

Ingrid chegou machucada em Gwangju e conseguiu participar da plataforma de 10m mista, ao lado de Isaac Souza. Mas isso agravou seu problema e ela não disputou as eliminatórias da plataforma de 10m, que é sua especialidade.

Confira fotos de Ingrid Oliveira:

E mais do que conseguir um lugar nos Jogos de Tóquio, a participação de Ingrid Oliveira poderá servir como uma redenção para ela após a  polêmica íntima que se envolveu nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

Leia também: Sexo e briga na Vila Olímpica: dupla dos saltos ornamentais vai se separar

Naquela ocasião, a atleta dos saltos ornamentais praticamente expulsou a sua companheira Giovanna Pedroso do apartamento na Vila Olímpica para ter uma noite de romance com Pedro Henrique Gonçalves, o Pepê, brasileiro da canoagem slalom.

Ver essa foto no Instagram

Pan American Games 🇵🇪 #Lima2019 #TimeBrasil

Uma publicação compartilhada por ➝ Ingriԃ Oliʋeiɾα (@ingrid.oliveira96) em

Com toda repercussão negativa, Ingrid usou sua conta no Instagram para se desculpar e admitir o erro : "A derrota na vida também é uma vitória. Sem ela a gente não cresce. Errar todo mundo erra, ninguém é perfeito abaixo de Deus. Mesmo estando brigada com a Giovanna, continuo confiando nela e pondo minha mão no fogo por ela. Errar todo mundo erra, ninguém é perfeito abaixo de Deus".

Leia também: Após polêmica na Vila Olímpica, Ingrid admite erro: "Ninguém é perfeito"

Uma boa performance nos Jogos Pan-Americanos de Lima, de preferência com medalha, ajudará demais a amenizar um pouco essa imagem distorcida que Ingrid Oliveira ainda carrega do Rio 2016.