Tamanho do texto

Um website foi criado para que os fãs de boliche assinem uma petição com o pedido; esportes adicionais podem enviar candidatura até final de março

Boliche já é esporte panamericano e tenta entrar no programa dos Jogos Olímpicos em 2024
Divulgação
Boliche já é esporte panamericano e tenta entrar no programa dos Jogos Olímpicos em 2024

A World Bowling, confederação mundial de boliche que reúne 140 países, lançou uma petição online para que a modalidade seja incluída nos Jogos Olímpicos de 2024, que acontecerá em Paris, na França.

Leia também:  McLaren apresenta novo carro para a temporada 2019 da Fórmula 1; veja

A Confederação Brasileira de Boliche (CBBOL) e demais entidades que reúnem praticantes do esporte em todo o mundo dedicam esforços para conseguir assinaturas suficientes. Para reunir as assinaturas, foi  desenvolvido um website para que as pessoas apoiem a presença da modalidade nos Jogos Olímpicos de 2024.

De acordo com a descrição do movimento, o objetivo é ‘mobilizar a comunidade para demonstrar que o boliche tem um número muito grande de seguidores, é um dos esportes mais praticados no mundo e seria uma marca/esporte substancial a ser incluído nos Jogos Olímpicos’.

Em 2015 a World Bowling apresentou um projeto ao comitê organizador das Olimpíadas de Tóquio 2020 para que o boliche estivesse entre as novas modalidades olímpicas, mas não foi aceito.

Para o próximo ano, no Japão, foram aceitos o surfe, a patinação a escalada esportiva, karatê, beisebol, skate e outros.

Para convencer o comitê olímpico, as finais do primeiro Torneio Mundial Júnior sub 18 - que será realizado na França entre os dias 17 e 24 de março - serão realizadas em pistas temporárias instaladas dentro de um ginásio. A ideia é mostrar o boliche em um ambiente com o qual as autoridades esportivas não estão familiarizadas.

Leia também: São Paulo afasta Jardine e anuncia Cuca como novo treinador da equipe

O presidente da Confederação Brasileira, Guy Igliori, acredita que o torneio sub-18 será uma ótima oportunidade para apresentar ao Comitê Olímpico Internacional o alcance do esporte junto ao público juvenil, seja como participante ou como espectador, e para garantir a entrada da modalidade nas Olimpíadas.

“Este torneio será uma ótima chance para a organização conhecer o trabalho da nossa entidade e das demais voltadas ao fortalecimento do boliche; e para evidenciar a participação maciça de jovens acompanhando e jogando, bem como a presença do boliche em diferentes países”, comentou Guy.

O boliche já faz parte do programa dos Jogos Panamericanos desde a edição de 1991, em Havana, Cuba.

Leia também: Às escondidas, Schumacher passou aniversário de 50 anos na Espanha

O prazo para a definição dos esportes adicionais nos Jogos Olímpicos de 2024 é final de março de 2019. Juntamente com o boliche , o e-Sports e esportes de taco (snooker, bilhar e sinuca) estarão concorrendo à vaga.