Tamanho do texto

O esporte brasileiro tem diversos casos de parentes campeões em variadas modalidades. Na lista do IG Esporte tem vôlei, basquete, futebol e outros

Bernardinho e Bruninho, pai e filho do vôlei
Divulgação/FIVB
Bernardinho e Bruninho, pai e filho do vôlei

No dia 08 de dezembro é celebrado no Brasil o Dia da Família (no resto do mundo é comemorado em 15 de maio). Você pode não estar lembrado, ou nem saber, mas diversas famílias brasileiras do esporte já nos trouxeram alegrias.

Leia também:  Sucesso na Copa da Rússia, Mbappé inspira nome de bebês brasileiros

Para comemorar o Dia da Família , separamos dez parentescos de esportistas no Brasil. Tem vôlei, futebol, basquete, vôlei de praia, surfe e outras modalidades. Venha conferir!

Dia da Família no Vôlei

Presentes no top 10 do Dia da Família, Gustavo e Murilo Endres já defenderam a seleção brasileira juntos
Reprodução
Presentes no top 10 do Dia da Família, Gustavo e Murilo Endres já defenderam a seleção brasileira juntos

A primeira família esportista que vem à mente é a dupla Bernardinho e Bruninho, do vôlei. O ex-treinador da seleção feminina foi casado foi a ex-jogadora Vera Mossa e teve Bruno Rezende, levantador da seleção masculina do Brasil.

Treze anos depois do nascimento do primeiro filho, Bernardinho se casou com a ex-jogadora de vôlei, Fernanda Venturini, com quem está até hoje e tem duas filhas: Júlia e Vitória.

Os irmãos Endres também são muito conhecidos no vôlei . Gustavo, o mais velho, defendeu a seleção brasileira de 1997 até 2015, quando anunciou sua aposentadoria. Em seu currículo tem duas medalhas de Jogos Olímpicos (ouro em Atenas e prata em Pequim, conquistada ao lado do irmão).

O caçula Murilo Endres ainda está em atividade. Casado com Jaque, ex-ponteira da seleção, o líbero joga pelo Sesi São Paulo e é constantemente convocado para a seleção brasileira.

O futebol no Dia da Família

A dupla mais conhecida no futebol no Dia da Família, Sócrates e Raí
Gazeta Press
A dupla mais conhecida no futebol no Dia da Família, Sócrates e Raí

Talvez o parentesco mais lembrado no futebol brasileiro seja o de Raí e Sócrates, irmãos. Ídolos de São Paulo e Corinthians, respectivamente, os dois vestiram a camisa amarelinha da seleção em seu auge.

Raí hoje é executivo de futebol da equipe paulista a qual defendeu por oito anos. Já Sócrates faleceu em dezembro de 2011 após uma intoxicação alimentar avançar para um quadro de choque séptico.

Alecsandro Barbosa, atacante que atuou em grandes clubes como Internacional e Flamengo, é filho do ex-ponta direita Lela, ídolo do Coritiba, clube que o jogador defende atualmente. Ele também é irmão de Richarlyson, ex-jogador do São Paulo e que agora está competindo no Crossfit.

Trabalhando como comentarista esportivo, Roger Flores, ex-jogador de futebol que defendeu Corinthians e Cruzeiro, é irmão de Tammy Galera, atleta do salto ornamental. Ela disputou a Olimpíada do Rio em 2016.

Leia também:  Fã mirim de Messi é obrigado a fugir do Afeganistão após ameaças do Talibã

Dois primos conseguiram ser ídolos do Botafogo, do Rio de Janeiro, em duas modalidades distintas. Heleno de Freitas, também conhecido como Príncipe Maldito, atuou no Botafogo na década de quarenta e é considerado um dos maiores da equipe. Bebeto de Freitas, ex-jogador e treinador de vôlei também fez história no clube carioca entre as décadas de 60 e 70. Faleceu em março deste ano vítima de ataque cardíaco.

Alex, ídolo em Cruzeiro, Palmeiras e Fenerbahçe - Turquia, está aposentado dos gramados, mas acompanha a trajetória da filha Maria Mauad no tênis, a garota tem 14 anos e busca espaço nas competições internacionais.

Dia da família no basquete

O atleta do vôlei de praia, Bruno Schmidt, é sobrinho de Oscar Schmidt, personagem do Dia da Família no basquete
Reprodução
O atleta do vôlei de praia, Bruno Schmidt, é sobrinho de Oscar Schmidt, personagem do Dia da Família no basquete

Os parentescos envolvendo atletas do basquete você provavelmente não sabia. Oscar Schmidt, um dos maiores jogadores de basquetebol do Brasil é irmão do repórter Tadeu Schmidt e tio de Bruno Schmidt, atleta do vôlei de praia.

O jogador de 32 anos faz dupla com Pedro Solberg e foi medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 2016. Curiosamente, ele só tem medalhas de ouro em sua coleção: Campeonato Mundial de 2015, Circuito Mundial de 2015, duas medalhas douradas em World Tour Finals e também foi ouro no Sul-Americano de Santiago, em 2014.

Referência no basquete feminino, Hortência é reconhecida mundialmente por seus feitos dentro de quadra. Hoje ela acompanha o filho João Victor, de 22 anos, no hipismo. Ele participou da Olimpíada Rio 2016, ficando na 10ª colocação por equipes e 46º no individual.

Surfe no Dia da Família

Dia da Família no surfe: Gabriel Medina com os irmãos Sophia e Felipe, a mãe Simone e o padrasto Charles Saldanha
Reprodução
Dia da Família no surfe: Gabriel Medina com os irmãos Sophia e Felipe, a mãe Simone e o padrasto Charles Saldanha

Maior nome do surfe brasileiro atualmente, Gabriel Medina vem de uma família que tem DNA de competidores. Seu pai era jogador de futebol quando mais novo e seus dois irmãos, Sophia e Felipe estão no mundo dos esportes.

Leia também:  Jogador do Chievo, da Itália, elogia Mussolini e gera polêmica no país 

Felipe Medina defende o Independente de Limeira, clube que disputa a Série A-2 do Campeonato Paulista de futebol. Já a pequena Sophia, de 12 anos, neste Dia da Família dá orgulho para o irmão mais velho e já chama atenção no surfe.

    Leia tudo sobre: futebol surfe
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas