Tamanho do texto

Camisa 10 e capitão do Brasil saiu machucado logo no início da partida, mas Richarlison, que entrou em seu lugar, fez o gol da 13ª vitória no ano

A seleção brasileira enfrentou a camaronesa, nesta terça-feira, no estádio de Milton Keynes, em Buckinghamshire, na Inglaterra, no último amistoso do ano e venceu por 1 a 0, com gol de Richarlison, aos 44 minutos do primeiro tempo, completando seis vitórias seguidas após a eliminação na Copa do Mundo para a Bélgica.

Leia também: Uefa deve implementar árbitro de vídeo a partir das oitavas da Liga dos Campeões

Richarlison comemora o seu gol pela seleção brasileira diante de Camarões, no último amistoso de 2018
Divulgação/CBF
Richarlison comemora o seu gol pela seleção brasileira diante de Camarões, no último amistoso de 2018

Curiosamente, o autor do gol da vitória  da seleção brasileira entrou no lugar de Neymar, que se lesionou logo aos sete e precisou ser substituído. Desta forma, o Brasil fecha 2018 com 13 vitórias, um empate e uma derrota - para a Bélgica, que custou a classificação na Copa. Foram 29 gols marcados e somente três sofridos - todos eles no Mundial jogado na Rússia.

A primeira etapa foi bem abaixo do esperado tendo em vista que se tratava de Brasil. A saída de Neymar pareceu ter desestabilizado a equipe verde e amarela, que em certo momento foi dominada pela seleção de Camarões. Em jogada de bola parada, no entanto, o Brasil conseguiu marcar e ir para os vestiários com leve vantagem.

Já no tempo complementar, os comandados de Tite começaram mais atentos e criaram chances logo nos primeiros minutos. A partida ficou mais aberta e a seleção camaronesa teve sua melhor oportunidade ainda antes dos dez minutos, com resposta rápida brasileira. No geral, o escrete pentacampeão do mundo foi superior e conseguiu controlar para vencer mais uma partida em 2018.

Leia também: Zagueiro do Botafogo dedica vitória da equipe às vítimas de submarino argentino

O jogo em detalhes

Neymar se lesionou ainda no início da partida entre a seleção brasileira e Camarões
Pedro Martins / MoWA Press
Neymar se lesionou ainda no início da partida entre a seleção brasileira e Camarões

O Brasil começou bem e logo aos quatro minutos marcou o primeiro em grande jogada de Allan, que deixou zagueiro no chão e bateu forte para defesa de Onana. Aos sete, no entanto, um susto. Neymar em sua primeira finalização sentiu dores no músculo adutor e foi substituído por Richarlison.

A partida ficou muito travada e somente aos 20 a seleção canarinho chegou novamente. Willian recebeu na direita e cruzou, encontrando Roberto Firmino. O atacante dominou e bateu da pequena área, mas em cima do goleiro camaronês. A seleção africana passou a ficar mais com a bola e não permitiu que o Brasil criasse.

Somente aos 43 minutos, após cruzamento de Allan, foi que Firmino cabeceou e obrigou o arqueiro de Camarões a fazer nova boa defesa. No minuto seguinte, após cobrança de escanteio de Willian, Richarlison se adiantou da marcação e subiu bonito para cabecear com força, no canto, e abrir o placar para a seleção brasileira.

Logo no primeiro lance do segundo tempo, Gabriel Jesus, que entrou no intervalo, quase roubou a bola da defesa camaronesa e conseguiu escanteio. Na cobrança de Willian, o goleiro Ondoa, que também entrou no intervalo, defendeu de forma estranha e cedeu novo escanteio. Willian fez novo bom cruzamento aos quatro minutos, mas nem Richarlison e nem Jesus alcançaram a bola e ela cruzou toda a área.

Aos sete minutos, Camarões perdeu a melhor chance que teve até então. Ekambi levou até a linha de fundo e cruzou para desvio de Bahoken, livre, desviar, mas mandar para fora. Na sequência da jogada, Ederson repôs rapidamente, o goleiro Ondoa saiu do gol, bateu cabeça com defensor camaronês e a bola sobrou para Gabriel Jesus, que bateu sem ângulo, mas viu a bola bater no pé da trave. Na sequência, a defesa africana afastou.

Aos 14 minutos, Danilo recebeu de Willian, dominou já tirando do marcador e bateu de perna esquerda e viu a bola raspar a trave. Aos 22, após boa troca de passes da seleção brasileira, a bola chegou em Arthur, que fora da área, mas de frente pro gol, resolveu bater firme e acertou o travessão. A nova chance do Brasil foi aos 27. Douglas Costa fez boa jogada, limpou a marcação e tocou para Alex Sandro que entrava pela esquerda, mas o lateral chutou por cima.

Em chute frontal de Allan aos 31 minutos, a seleção voltou a assustar, mas o goleiro Ondoa conseguiu defender em dois tempos. Quem deu o passe foi Gabriel Jesus, que aproveitou roubada de bola no ataque. Aos 39, outra boa chance da seleção brasileira. Alex Sandro cruzou rasteiro e encontrou Allan, que finalizou praticamente da marca do pênalti e acabou batendo em cima do goleiro, que conseguiu encaixar.

Aos 42 minutos, o goleiro Ondoa resolveu se redimir do erro cometido ainda no início do segundo tempo e fez duas defesas incríveis. A primeira foi em chute de Gabriel Jesus após cruzamento de Allan e a segunda foi no rebote em que Richarlison chegou batendo. Aos 47, o árbitro inglês Michael Oliver encerrou o último amistoso do ano da seleção brasileira.

Richarlison subiu mais que todo mundo e cabeceou bem para fazer o gol da vitória da seleção brasileira sobre Camarões
Pedro Martins / MoWA Press
Richarlison subiu mais que todo mundo e cabeceou bem para fazer o gol da vitória da seleção brasileira sobre Camarões

Ficha técnica

Data: 20 de novembro de 2018, terça-feira, às 17h30 (horário de Brasília).
Local: Estádio de Milton Keynes, em Buckinghamshire, na Inglaterra.
Público: 29.669 torcedores.
Árbitro: Michael Oliver (ING).
Assistentes: Stuart Burt e Constantine Hatzidakis (ambos ING).
Brasil: Ederson, Danilo, Marquinhos, Pablo e Alex Sandro; Arthur, Allan e Paulinho (Walace, aos 23'/2ºT); Willian (Douglas Costa, aos 23'/2ºT), Neymar (Richarlison, aos 7'/1ºT) e Roberto Firmino (Gabriel Jesus, no intervalo).
Técnico: Tite.
Camarões: Onana (Ondoa, no intervalo), Fuchs, Banana, Kana-Biyik e Bong; Mandjeck, Malong (Olinga, aos 30'/2ºT) e Djoum; Ekambi (Zoua, aos 44'/2ºT), Bahoken (Tchakonte, aos 23'/2ºT) e Choupo-Moting (N'Jie, aos 19'/2ºT).
Técnico: Clarence Seedorf.
Gol: Richarlison, aos 44'/1ºT (1x0)

Leia também: Antes de final, Conmebol já registra recorde de público na Libertadores 2018

Os próximos compromissos da seleção brasileira devem acontecer em março de 2019. Antes de disputar a Copa América, em casa, entre 14 de junho e 7 de julho, a equipe comandada por Tite deve fazer dois amistosos. Com mais uma vitória, o escrete canarinho fecha o ano com somente um revés em 15 jogos, mas no mais importante, válido pelas quartas de final da Copa do Mundo, diante da Bélgica.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.