Tamanho do texto

Presidente da entidade e também da Associação de Clubes Europeus ainda escondem o jogo, mas jornal britânico informa que decisão já foi tomada

O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, e o da Associação de Clubes Europeus (ECA), Andrea Agnelli, concederam entrevista coletiva nesta terça-feira em Bruxelas, na Bélgica, e deram novidades sobre a implementação do árbitro assistente de vídeo (VAR, na sigla em inglês) nas competições organizadas pela entidade, como a Liga dos Campeões , além de descartarem a criação de uma Superliga europeia.

Leia também: Antes de final, Conmebol já registra recorde de público na Libertadores 2018

Árbitro de vídeo foi muito utilizado durante a última Copa do Mundo e a Uefa deve implementar tecnologia já nas oitavas de final da Champions 2018/19
DIVULGAÇÃO/UEFA
Árbitro de vídeo foi muito utilizado durante a última Copa do Mundo e a Uefa deve implementar tecnologia já nas oitavas de final da Champions 2018/19

Oficialmente, o VAR será utilizado a partir da temporada 2019/2020 da Liga dos Campeões, mas ao ser questionado sobre o assunto, o mandatário da Uefa deixou a questão aberta. "O mais tardar, na próxima temporada", afirmou. "Espero um relatório em uma semana ou mais. Depois, veremos quando poderemos implementar", acrescentou Ceferin.

Agnelli também comentou sobre o assunto e destacou trecho da resposta de Ceferin. "[A frase] 'O mais tardar, na próxima temporada' quer dizer que há espaço para fazer isso antes", ponderou.

Leia também: Diretor do Barcelona não descarta o retorno de Neymar ao clube em 2019

Apesar de não confirmar oficialmente, o jornal britânico The Times revelou nesta terça que o martelo já foi batido para que o árbitro de vídeo seja implementado já nesta edição da Liga dos Campeões. A confirmação deve acontecer na reunião que a Uefa fará em Dublin, no dia 3 de dezembro.

Possível criação de Superliga europeia

O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, e o da Associação de Clubes Europeus (ECA), Andrea Agnelli, que também preside a Juventus
DIVULGAÇÃO/UEFA
O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, e o da Associação de Clubes Europeus (ECA), Andrea Agnelli, que também preside a Juventus

"A Superliga está fora do debate. Quase ninguém discutiu isso em 2018", afirmou o mandatário da entidade que rege o futebol europeu. Informações vazadas pelo Football Leaks recentemente mostraram que os principais clubes da Europa estudavam a possibilidade de criar uma competição a partir de 2021 para suprimir as competições continentais, como a Liga dos Campeões.

Leia também: Clubes europeus querem criar superliga a partir de 2021, revela Football Leaks

Agnelli, presidente da ECA e da Juventus, também descartou a possibilidade. "Estamos felizes como estamos". Ele ainda complementou afirmando que não se conversa sobre a superliga desde 2015 e definiu a Uefa como o "centro do futebol europeu".

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.