Tamanho do texto

De acordo com entidade, até agora 3,5 milhões de torcedores estiveram nos estádios para ver seus times. Final de sábado pode ter 61 mil pessoas

A edição da Libertadores 2018 teve recorde de público, segundo a Conmebol
Reprodução/ Conmebol
A edição da Libertadores 2018 teve recorde de público, segundo a Conmebol

A Conmebol, entidade reguladora do futebol sul-americano, publicou neste fim de semana que a Copa Libertadores da América de 2018 bateu recorde de público. Mesmo faltando a última partida da final, mais de três milhões de pessoas já compareceram nos estádios durante a competição.

Leia também:  Real Madrid tem interesse em Pedrinho e Ronaldo pode 'intermediar' negócio

De acordo com o levantamento da Conmebol , o número de 3.500.000 é 15% superior ao registrado no ano de 2017, quando 3.100.000 pessoas saíram de suas casas e acompanharam seu time do coração. A média é de 23 mil torcedores por partida.

Os números empolgaram o alto escalão da Conmebol. Segundo o presidente da entidade, Alejandro Dominguez, “A Libertadores é a joia da coroa. É o evento mais excitante do mundo”.

A arrecadação total por ingressos vendidos na edição 2018 é de 49 milhões de dólares (R$ 184 milhões, na cotação atual), um aumento de 16,8% em relação ao ano passado.

Os dados estatísticos da Libertadores 2018 apontam que, ao todo, 47 equipes participaram da competição entre fases de grupo, oitavas, quartas, semifinais e final. Foram 155 jogos disputados (sem contar a final do próximo sábado).

A atual edição é a última em que terão duas partidas na final e nos estádios dos clubes envolvidos. A partir do ano que vem a Conmebol adotará o modelo da Liga dos Campeões, com final única em campo neutro. O destino dos finalistas da Copa Libertadores da América em 2019 será Santiago, no Chile.

Leia também:  Diretor do Barcelona não descarta volta de Neymar ao clube em 2019

A Copa Sul-Americana também teve o seu modelo alterado e a final de 2019 será disputada em Lima, capital do Peru.

A maior final da Copa Libertadores para a Conmebol?

Final da Libertadores 2018 entre Boca Juniors e River Plate será lucrativa para Conmebol
Divulgação
Final da Libertadores 2018 entre Boca Juniors e River Plate será lucrativa para Conmebol

Para apresentar River Plate e Boca Juniors num texto que cita os maiores campeões da Libertadores, a Conmebol utilizou a seguinte frase: ‘duas equipes com tradição suficiente de copera estão na disputa pela coroa do torneio em 2018’. E não deixa de ser verdade.

A final do próximo sábado tem nove títulos em campo. O Boca Juniors tem seis títulos da Libertadores, o último conquistado no ano de 2007. Já o River Plate tem três e levantou o troféu pela última vez em 2015. Se vencer no Monumental de Núñez, o Boca pode igualar o maior campeão da competição, o Independiente com sete títulos.

A primeira partida disputada no dia 10 de novembro na La Bombonera terminou em 2 a 2 . De acordo com o regulamento da Conmebol , a final da Libertadores não conta com o critério de gol fora de casa para favorecer uma equipe. Ou seja, a final da edição 2018 ainda está aberta e tudo pode acontecer na Argentina.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.