Tamanho do texto

Faz 17 anos que o Uruguai não vence a seleção brasileira. Nesta sexta-feira, o camisa 10 da seleção brasileira foi o único a marcar em cobrança de pênalti

Neymar marcou o único gol do amistoso contra o Uruguai
Pedro Martins / MoWA Press
Neymar marcou o único gol do amistoso contra o Uruguai

O amistoso entre Brasil e Uruguai  terminou em 1 a 0 para a seleção canarinho, no Emirates Stadium, em Londres. O resultado mantêm o tabu de 17 anos que os uruguaios não vencem o Brasil.

Parte da ‘Brazil Global Tour’, contrato que a Confederação Brasileira de Futebol – CBF assinou para que a seleção se apresente no exterior, o amistoso em Londres teve um minuto de silêncio antes do início para homenagear  Aldyr Schlee, criador do uniforme verde e amarelo da seleção, que faleceu hoje.

Com a bola rolando, no primeiro tempo o Brasil teve muitas chances. O capitão Neymar Jr. foi o que mais presente. Logo aos 10 minutos conseguiu empurrar a bola para as redes do goleiro Campaña, mas estava impedido. O jogador também teve boa oportunidade numa falta e um chute de fora da área.

O camisa 10 também foi muito caçado em campo e levou faltas duras. Por causa do excesso de 'vontade' dos jogadores, o árbitro da partida distribuiu cinco cartões só no primeiro tempo – dois para o Brasil e três para o Uruguai. O único momento em que o Uruguai assustou a meta de Alisson na primeira parte da partida foi aos 21 minutos com um chute de Luís Suárez, após passe errado de Danilo.

Seleção Brasileira fez homenagem a Aldyr antes de amistoso contra Uruguai
Pedro Martins / MoWA Press
Seleção Brasileira fez homenagem a Aldyr antes de amistoso contra Uruguai

No segundo tempo o Uruguai voltou melhor nos primeiros minutos e assustou. Depois dos 10 minutos o jogo ficou mais equilibrado, porém a seleção brasileira começou a errar muitos passes e não manteve o bom desempenho.

Leia também:  Real Madrid acelera chegada de Neymar para janeiro, diz mídia espanhola

O Uruguai teve grande chance aos 27 minutos, em contra-ataque, mas Miranda salvou o Brasil antes que a bola cruzada de Cavani encontra-se Suárez dentro da área. Aos 30 minutos, Laxalt chutou a perna de Danilo e o juíz marcou penalidade máxima para a seleção brasileira. Neymar cobrou e abriu o placar para a seleção.

Os uruguaios reclaram muito do lance do pênalti, dizendo que a bola bateu na mão do lateral brasileiro antes da falta dentro da área. Por excesso de reclamação, dois atletas foram advertidos com cartão amarelo.

Ficha técnica

Brasil : Alisson, Danilo, Marquinhos, Miranda e Filipe Luís; Arthur, Wallace e Renato Augusto (Allan, aos 14'/2ºT); Douglas Costa (Richarlison, aos 21'/ 2ºT), Roberto Firmino e Neymar. 
Técnico: Tite.

Uruguai : M. Campaña, D. Laxalt, M. Cáceres, B.M. Cittadini e M. Suárez  (Lemos, aos 35'/2ºT); M. Vecino (Valverde, aos 39'/2ºT), L. Torreira e R. Bentancur; E. Cavani, L. Suárez e G. Pereiro (J. Rodríguez, aos 31'/2ºT). 
Técnico: Ó. Tabárez Silva

Leia também:  Real Madrid não libera Vinícius Júnior para disputa do Sul-Americano sub-20

A seleção brasileira volta a campo no próximo dia 20 de novembro, terça-feira, para enfrentar Camarões no último amistoso do ano de 2018.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.