Maradona
Reprodução
Maradona

O sobrinho de Diego Maradona , Johnny Espósito , revelou, nesta segunda-feira, que seu tio não tinha mais vontade de viver. Ele, que foi o mais próximo do jogador, fez a declaração a TV argentina KZO.

“No dia 24, estava bem, mas ele não queria viver, não se deixava ajudar”, contou Espósito. “Não sei por que ele não lutou como sempre lutou. Acho que pode ter sido porque ele não conseguia mais chutar uma bola”.

Esse foi o primeiro testemunho público de Johnny após a morte do tio, do qual mantinha uma relação muito próxima.

Para ele, Maradona estava "cansado de viver". “Para mim, ele deu um fim a tudo. Se começamos a falar, ele era de fazer milagres, poderia estar vivo. Para mim, estava cansado”, assumiu o familiar à emissora. Supostamente, o ex-jogador não queria viver na situação em que se encontrava. "Dizia que já havia vivido até os 60 anos e não queria mais", aponta.

Você viu?

Espósito estava presente no momento da morte de Maradona, que faleceu em casa. O  Ministério Público Argentino segue com as investigações da morte do craque e ainda busca saber se houve negligência médica ou imprudência.




    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários