Maradona e o filho
Reprodução
Maradona e o filho

A herança de Diego Armando Maradona, que morreu em novembro do ano passado , continua a ser o assunto na Argentina e agora na Itália.

O filho que o craque teve em Nápoles, Diego Jr., viajou nas últimas horas a Buenos Aires para poder se despedir do pai e saber a verdade sobre o testamento. ”O objetivo principal da viagem é dizer adeus ao papai, porque eu não estive presente em seu funeral", disse ele. Vale lembrar que ele estava com Covid na época da morte e foi impedido de deixar a Itália .

Em sua passagem na Argentina, ele também quer saber a verdade sobre o testamento de seu pai: “Tenho um advogado na Argentina, Luis Enrique Rey, com quem falo até cinco vezes por dia. Tenho plena confiança nele e ele é o único que leva a minha situação desde o ponto de visão jurídica. Fiquei surpreso com o fato de que até agora o advogado declarou apenas três carros como parte do espólio de meu pai. Há muitos lados sombrios, quero vê-los claramente", diz.

Diego Maradona Jr. refere-se às palavras de Sebastián Baglietto, nomeado administrador da herança de 10, nas quais assegura: “Leram-se muitas notícias sobre a herança de Maradona. A verdade é que não posso dar dados. Como disse, seu advogado anterior (Matías Morla) praticamente não entregou nada: apenas três carros. Testamento? Nada foi adicionado ao processo até agora", apontou.

Recentemente,  o filho de Fidel Castro enviou uma mensagem aos representantes de Maradona para lembrar que o craque também tem uma casa na Ilha e que o local está repleto de artigos pessoais do ex-jogador.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários