Tamanho do texto

Por outro lado, a expectativa é de casa cheia na abertura da Copa América. A partida entre Brasil e Bolívia, no Morumbi, está com ingressos esgotados

Logo da Copa América 2019
Reprodução
Logo da Copa América 2019. Competição acontece em cinco cidades brasileiras

A dois dias do início da Copa América, a busca por ingressos está aquém da desejada pelo Comitê Organizador. Tanto que um dos jogos da primeira fase, Equador x Japão, no Mineirão, tem apenas 1.400 ingressos vendidos.

Leia também: Higuita promete cortar o cabelo se seleção da Colômbia não vencer a Copa América

Em evento na manhã desta quarta-feira, o diretor de operações da Copa América , Agberto Guimarães, reconheceu que os números (divulgados inicialmente pelo "UOL") desse e de outro confronto — Bolívia x Venezuela , também no Mineirão , com 3.600 ingressos vendidos — preocupam. Mas preferiu tratar a questão com otimismo:

"Em qualquer torneio, há produtos muito valorizados. E você pode ter um outro que não seja do mesmo interesse. Nós nos preocupamos. Esperamos que a partir de sexta-feira, com a bola rolando, isso nos ajude a gerar um pouco mais de interesse. Nas outras (partidas), estamos indo bem. As vendas continuam aquecidas. O nível de procura tem sido grande".

Até o momento, foram vendidos cerca de 65% dos ingressos colocados à disposição dos torcedores, mas apenas a final, no Maracanã, em 7 de julho, está esgotada.

"Temos mais de 117 países que compraram ingressos para o evento. O COL vendeu mais de 65% dos ingressos até o momento. Nossa meta era bater cerca de 70%. Tivemos um pico de vendas entre sábado e domingo. Cerca de 19 mil vendidos só nesses dias. É um bom indicativo que o interesse cresce. As pessoas acordam um pouco mais para o que estamos fazendo. Estamos felizes com a forma com a qual as coisas estão se desenrolado", comentou Agberto.

Leia também: Veja como será a Cerimônia de Abertura da Copa América, no Morumbi

A taça da Copa América
Reprodução
A taça da Copa América

O Comitê Organizador acrescentou, durante entrevista coletiva nesta quarta-feira, no Morumbi, que já há em curso iniciativas para que os estádios fiquem cheios com a presença de crianças ligadas a projetos sociais.

"Fizemos um trabalho de parceria com uma série de instituições governamentais para algumas partidas, em quase todas as cidades, com projetos sociais, com distribuição de ingressos para que as crianças possam vivenciar um evento dessa natureza, sem custo para elas. É uma iniciativa muito bacana. Esperamos que elas saiam satisfeitas", explicou o diretor de operações.

Leia também: Patrocinadora da Copa América suspende propaganda com Neymar

Por outro lado, a expectativa é de casa cheia na abertura da Copa América , nesta sexta-feira. A partida entre Brasil e Bolívia, no Morumbi, está com ingressos esgotados, segundo a organização do evento.

    Leia tudo sobre: Futebol