Tamanho do texto

A Mastercard anunciou que vai esperar uma resolução do caso para retomar as propagandas com o brasileiro, que é acusado de estupro

Lance


Neymar
Mowa Press
Neymar é acusado de estupro por uma mulher

Uma das principais empresas no mundo no setor de pagamentos, a Mastercard, decidiu suspender a campanha com Neymar para promover a Copa América. Patrocinadora também do craque, a empresa afirmou que irá esperar todo caso envolvendo a acusação de estupro se resolver para retomar as propagandas com o brasileiro.

"Nós temos uma série de ativações de marketing planejadas para o decorrer do campeonato que são focadas em promover o uso do pagamento por aproximação. Nós tomamos a decisão de parar aquelas ativações que incluem o embaixador da marca ( Neymar ) até que o assunto seja resolvido", disse a empresa, através de comunicado oficial.

Saiba mais sobre o caso Neymar:

No início da semana, a Mastercard já havia se pronunciado dizendo que estavam "cientes e preocupados com as sérias alegações" e que iriam "continuar a acompanhar a situação”. A empresa segue patrocinando a Copa América .

A Red Bull, que também é patrocinadora de  Neymar , deixou o caso para a Justiça: “Neymar Jr. é um parceiro da Red Bull desde 2010. É de responsabilidade das autoridades públicas determinar os fatos reais por trás desta séria alegação”

    Leia tudo sobre: Futebol