Tamanho do texto

Incidente aconteceu em partida do Campeonato Búlgaro. Jogador foi expulso por "excesso de comemoração" após marcar o segundo gol da equipe

Jogadores do Ludogorets comemorando classificação para a Champions
Twitter/Reprodução
Cosmin Monti foi expulso e depois agredido

Vira e mexe, o futebol proporciona aos espectadores momentos, no mínimo, curiosos. No último final de semana, não foi diferente. Em uma partida válida pelo mata-mata do Campeonato Búlgaro, o zagueiro Cosmin Moti, do Ludogorets, protagonizou uma cena bizarra na partida contra o Levski Sofia, fora de casa.

Leia também:Ultras da Inter de Milão são condenados por morte de torcedor na Itália 

Após marcar, de pênalti, o segundo gol de sua equipe na partida contra o Levski o defensor romeno levou seu segundo amarelo por “excesso de comemoração” e foi expulso de campo. Jogando fora de casa, o clima era muito pesado e hostil ao jogador. Por isso, Moti recusou-se a deixar o campo e ir ao vestiário sem alguma proteção.

Leia também: Horas antes de jogo da Champions, torcedores do Lyon enfrentam polícia catalã 

Para evitar problemas ao jogador, a polícia foi acionada e o jogador do Ludogorets ia sendo escoltado para os vestiários do estádio. Porém, nem o policiamento evitou a cena mais curiosa da noite. Já dentro do túnel que leva ao interior da arena, Moti foi agredido por um torcedor da equipe rival, que pulou em cima e quebrou a estrutura de proteção.

Leia também: Torcedor que agrediu jogador inglês é preso e afastado de estádio por dez anos 

Essa não é a primeira história curiosa que acontece com o zagueiro expulso . Em 2014, durante uma partida da Champions contra o Steaua Bucareste, Moti viu o goleiro de seu time ser expulso no último minuto. Ele foi para o gol e, nas cobranças de pênalti, defendeu duas bolas e garantiu a classificação do clube.


    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.