Tamanho do texto

Invasor acertou soco por trás de Jack Grealish, que se vingou marcando o único gol da partida entre Aston Villa e Birmingham pela segunda divisão

Jack Grealish comemora o gol da vitória do Aston Villa
Reprodução / Aston Villa
Jack Grealish comemora o gol da vitória do Aston Villa

O clássico entre Birmingham e Aston Villa, pela Championship, a segunda divisão do futebol inglês, ficou marcado pela agressão covarde de um torcedor dos mandantes contra Jack Grealish, camisa 10 dos visitantes.

Leia também: Cantona volta a provocar Neymar nas redes sociais: "É igual a churrasco"

Logo no início da partida, um fã do Birmingham invadiu o campo e acertou um soco por trás de Grealish , que caiu no gramado, sendo ajudado por seus companheiros de equipe e adversário.

O invasor foi cercado pelos atletas e seguranças e retirado do campo enquanto comemorava a sua atitude mandando beijos e acenando para a torcida.

A agressão no entanto parece não ter abalado Grealish, que aos 22 minutos da segunda etapa bateu cruzado e marcou o gol da vitória do Aston Villa por 1 a 0 no clássico de Birmingham.

Antes mesmo do término da partida, a English Football League (EFL), entidade que controla a segunda divisão inglesa, emitiu um comunicado condenando o ocorrido e prometendo tomar as soluções necessárias.

“A EFL condena as ações insensatas do indivíduo que invadiu o gramado em St Andrews neste domingo. É uma situação em que o jogador nunca deve se deparar. Em todas as circunstâncias o campo de jogo é para os jogadores, e não para os torcedores, e aqueles que disputam o jogo devem se sentir seguros sabendo que não estarão sujeitos a este tipo de comportamento”, diz a nota.

Leia também: Brasileiro cai em fosso do estádio ao comemorar gol no Japão; assista

O Aston Villa também se posicionou contra a atitude do agressor e cobrou investigação e punição por parte das autoridades responsáveis.

“Uma linha vermelha foi atravessada por este ataque covarde dentro campo a um jogador, o que é algo sem precedentes no futebol inglês. Confiamos que o invasor sentirá toda a força da lei e que as autoridades investigarão as circunstâncias diante do incidente deplorável de hoje (domingo). As rivalidades locais fazem parte do jogo. Entretanto, como nossos amigos do Birmingham City vão concordar, ter a segurança pessoal de um jogador colocada em risco é um sério motivo de preocupação para toda a comunidade futebolística”, condenou o clube.

Leia também: Jogadoras da seleção dos EUA processam Federação por discriminação de gênero

Com o resultado, o Aston Villa de Grealish passou o Birmingham e pulou para a nona colocação do campeonato, com 51 pontos. Apenas os dois primeiros colocados sobem direto para a Premier League, enquanto do terceiro ao sexto disputam uma repescagem valendo a última vaga.

    Leia tudo sobre: Futebol