Tamanho do texto

De acordo com a rádio, 84% dos franceses pensam que Neymar “pratica jogo perigoso para si provocando os defensores”. A equipe publicou um vídeo no Twitter pedindo ao brasileiro que não mude e emitiu comunicado oficial

Neymar está afastado por dois meses e meio após sofrer lesão no pé direito
Twitter/Reprodução
Neymar está afastado por dois meses e meio após sofrer lesão no pé direito

Uma enquete na França causou polêmica. A rádio RTL encomendou uma pesquisa com a empresa Odoxa em questionava os torcedores do PSG sobre o comportamento de Neymar Jr. com os adversários dentro de campo.

Leia também:  Após novos exames, PSG descarta cirurgia e Neymar fará tratamento em casa

De acordo com o resultado da enquete , 84% dos franceses e 78% dos fãs de futebol pensam que o atacante brasileiro “pratica jogo perigoso para si provocando desnecessariamente os defensores”.

Incomodados com a ‘perseguição’ a Neymar , o PSG publicou um vídeo no PSG com diversos lances do camisa 10 nos jogos com a legenda “Não mude nada”. Assista abaixo.

A equipe parisiense também liberou um comunicado oficial sobre a enquete da rádio. No texto o PSG questiona a confiabilidade da pesquisa e chega a citar que, considerando os termos expostos pela empresa Odoxa, Pelé, Johan Cruyff, Maradona, Zidane e Ronaldo Fenomeno seriam considerados ‘demais’ e provocadores?

“Dizemos que parem com essas pseudo-votações que não terão outro efeito senão afastar do nosso campeonato os maiores gênios do futebol que é a nossa paixão compartilhada”, diz o comunicado.

Leia também:  Dividindo posição com Aréola, Buffon sinaliza desejo de permanecer no PSG

Para defender Neymar, o PSG liberou números que comprovam que o brasileiro não é provocador dentro de campo. Segundo os dados do clube, 44 faltas foram apitadas por Neymar somente no Campeonato Francês, média da 3.3 por jogo. Na Liga dos Campeões essa média sobe para 5.9 (37 faltas sofridas).

O PSG também lembrou que na Ligue 1, os atletas da equipe parisiense recebem uma média de 1.3 cartões por jogo, aumentando para 3.2 na Liga dos Campeões. No fim do texto, o clube deseja que o ‘fenômeno brasileiro’ volte o mais rápido possível para iluminar o Parc des Princes e todas as partes da França.

Leia também:  Rabiot é reintegrado ao time principal do PSG após decisão da Liga Francesa

Apesar da enquete polêmica, o líder PSG voltará aos gramados contra o Lyon, neste domingo, as 18h00 no clássico francês.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.