Tamanho do texto

Jogador tinha sido afastado do time principal em 18 de janeiro e entrou com recurso no setor jurídico da Liga Francesa. A causa foi ganha e o jogador deve permanecer na equipe até junho, quando seu contrato termina

Adrien Rabiot voltou aos treinos do PSG nesta quarta-feira (30)
Reprodução
Adrien Rabiot voltou aos treinos do PSG nesta quarta-feira (30)

Após recorrer ao comitê judiciário da Liga Francesa de Futebol  - LFP, Rabiot foi reintegrado à equipe principal do Paris Saint-Germain. Segundo o meia francês, seu afastamento dos treinamentos foi uma represália por não renovar o contrato com a equipe parisiense.

O PSG foi notificado pela Liga Francesa e reintegrou Rabiot . O jogador participou da atividade da equipe na tarde desta quarta-feira no Campo des Loges, centro de treinamento do time, após duas semanas longe dos companheiros.

Afastado em 18 de janeiro, o atleta entrou com recurso no dia 21 e alegou que o time estava infringindo seus direitos trabalhistas. Após uma reunião da Comissão Jurídica da LFP, o parecer foi favorável ao jogador.

Adrien Rabiot tem 23 anos e no fim do ano chegou a ser especulado no Barcelona. Sua mãe, Veronique Rabiot, que também é sua agente viajou para a Espanha e teve uma reunião com representantes da equipe catalã. Faltando pouco para concretizar a transferência, o PSG teria mudado os planos e aumentado o valor pelo atleta. Dessa forma, o Barcelona desistiu da contratação.

Leia também:  Em Barcelona, Neymar se irrita com pergunta: "Não encha meu saco". Entenda

Com valor de mercado em 50 milhões de euros, Rabiot tem contrato com o Paris Saint-Germain até junho deste ano e permanecer no time até seu desligamento, muito provavelmente de graça. Além do Barcelona, outros clubes também estariam interessados em contratar o francês como Arsenal, Tottenham, Juventus e a Roma.

De acordo com o jornal Le Parisien , ainda não é certo que o meia voltará a entrar em campo com a camisa do PSG. Com as dificuldades de renovação no contrato, Rabiot teria saído dos planos do técnico Thomas Tuchel e já teria um substituto. O clube contratou recentemente o meia argentino Leandro Paredes, ex-Zenit, para exercer a função deixada pelo francês .

Leia também:  Clubes gastaram mais de R$ 25 bilhões com contratações em 2018, diz Fifa

Sem Neymar, fora por dois meses e meio, o PSG retornará ao campo no próximo domingo dia 03 de fevereiro, às 18h, contra o Lyon. Resta saber se Rabiot estará relacionado para o confronto.

    Leia tudo sobre: Futebol