Tamanho do texto

O treinador assumiu o time em outubro e venceu duas de 12 partidas. Quem assume a equipe é o auxiliar técnico Frank Passi

Thierry Henry venceu apenas duas partidas de 12 disputadas no comando do Mônaco
Reuters
Thierry Henry venceu apenas duas partidas de 12 disputadas no comando do Mônaco

O AS Mônaco anunciou na tarde desta quinta-feira (24) o afastamento do técnico Thierry Henry. Em comunicado postado em seu site oficial o clube não explica o motivo da decisão, apenas diz que ela contará “a partir deste dia até a espera de uma decisão final”.

Leia também:  Rival critica Neymar: "Quando quer jogar assim, não reclame se apanhar"

Quem comandará o Mônaco  na ausência de Thierry Henry será Frank Passi, que era o assistente técnico desde dezembro. O técnico interino já treinou o Olympique de Marseile e o Lille, além de ter trabalhado com o treinador argentino Marcelo Bielsa.

O Mônaco conquistou apenas 15 pontos de 63 possíveis em 21 jogos disputados até agora no Campeonato Francês. Com Henry no comando, o time venceu apenas duas partidas de 12 disputadas e é o penúltimo colocado na tabela de classificação da Ligue 1.

A situação do treinador francês ficou complicada depois da goleada por 5 a 1 sofrida para o Strasbourg no nacional e outra derrota por 3 a 1 contra o Metz pela Copa da França.

Leia também:  PSG é multado por racismo na seleção de jogadores para categoria de base

Fontes disseram que a diretoria estaria disposta a conceder mais uma chance a Henry e por esse motivo contratou o zagueiro Naldo, do Schalke, o meia Cesc Fábregas, do Chelsea e o lateral esquerdo Fode Ballo-Toure, do Lille.

Pela falta de resultados e sendo a única equipe que ainda não venceu em casa nessa temporada, a confiança e o apoio da diretoria em Thierry Henry parece ter chegado ao fim.

Esse é o primeiro trabalho do francês como treinador. Em 2014 ele se aposentou dos gramados. Começando justamente no Mônaco, Thierry Henry jogou pela Juventus, Arsenal, Barcelona e New York Red Bulls. Com 123 partidas e 51 gols ele é um dos maiores ídolos da seleção francesa.

Leia também:  Polícia galesa encerra buscas por avião desaparecido que transportava jogador

A próxima partida do Mônaco será contra o Dijon, no sábado (26) as 17h, horário de Brasília.

    Leia tudo sobre: Futebol