Tamanho do texto

Para John Fitzgerald, a condição da água do Canal da Mancha é o que mais atrapalha nas buscas; polícia ainda trabalha com outras quatro possibilidades

O jogador argentino Emiliano Sala, desaparecido há mais de 24 horas após o sumiço de um avião no Canal da Mancha, dificilmente será encontrado com vida, é o que diz o líder das buscas, John Fitzgerald. Em entrevista à BBC , Fitzgerald crê que a baixa temperatura da água é o que mais impede que ele esteja vivo.

Leia também: Emiliano Sala enviou áudio antes de avião desaparecer "está caindo aos pedaços"

Emiliano Sala está aparecido há mais de 24 horas no Canal da Mancha e chances de encontrá-lo vivo são baixas
Divulgação
Emiliano Sala está aparecido há mais de 24 horas no Canal da Mancha e chances de encontrá-lo vivo são baixas

"Infelizmente, eu realmente não acho, pessoalmente, que há alguma esperança. Nesta época do ano, as condições lá fora são muito ruins se você realmente estiver na água", disse o líder das buscas sobre a situação de Emiliano Sala . Ele diz também que até para "a pessoa mais em forma" seria difícil sobreviver nestas condições.

Apesar do pessimismo de Fitzgerald as buscas no Canal da Mancha continuam e foram retomadas na manhã desta quarta-feira. No momento, as autoridadez utilizam três aviões e um helicóptero para tentar encontrar Piper Malibu, avião onde estava o jogador e o piloto. Imagens via satélite também auxiliam nas buscas.

Leia também: Técnico do Chelsea confirma que Higuaín assinará contrato nas próximas horas

Uma das possibilidades com que trabalha a polícia de Guernsey é que o atleta de 28 anos e o piloto conseguiram entrar em um bote salva-vidas e se deslocaram. Ainda existem outros três cenários, que são: o avião conseguiu pousar em outro lugar e não fez contato.

O avião pousou na água, os dois foram resgatados por um navio e também não conseguiram contato; o avião foi destruído ao entrar em contato com a água. "Nossa área de busca está priorizando a opção do bote salva-vidas. Mais atualizações virão de acordo com as informações disponíveis", afirmou a polícia em comunicado.

A aeronave estava 5 mil pés de altura quando pediu autorização para descer e não conseguiu mais contato com a torre de controle quando estava a 2,3 mil pés, momento em que sumiu dos radares do farol de Casquets.

Leia também: Real Madrid estuda pagar 102 milhões de euros para tirar Dybala da Juventus

A decisão de seguir ou não com as buscas deve ser tomada nas próximas horas pela polícia de Guersney. Antes do avião desaparecer, Emiliano Sala , que defende o Nantes , mas havia acertado sua transferência ao Cardiff , da primeira divisão inglesa, enviou áudio dizendo que o avião parecia estar "caindo aos pedaços".

    Leia tudo sobre: futebol