Tamanho do texto

Argentino deve ficar no clube inglês até o final desta temporada, mas, caso algumas metas sejam batidas, o contrato será prorrogado por mais um ano

A novela que envolve o nome de Gonzalo Higuaín parece estar próxima do fim. De acordo com a imprensa britânica, o Chelsea fechou um acordo com a Juventus, dona dos direitos federativos do argentino, para tê-lo até o final desta temporada. O Milan, onde ele está atualmente, já teria, inclusive, escolhido um substituto.

Leia também: Após polêmica, Bielsa admite: "Espionei todos rivais contra os quais jogamos"

Gonzalo Higuaín foi emprestado ao Milan em julho de 2018, mas deve ir para o Chelsea até o fim da temporada
Divulgação
Gonzalo Higuaín foi emprestado ao Milan em julho de 2018, mas deve ir para o Chelsea até o fim da temporada

O contrato que ainda será assinado obriga que o vínculo de Higuaín com o Chelsea seja prorrogado por mais um ano, caso o atacante atinge determinada quantidade de partidas e gols nesses seis primeiros meses.

Já para o lugar do argentino, o Milan, segundo o jornal Mundo Deportivo , tem como alvo o polonês Krzysztof Piatek, atualmente do Genoa, e que é um dos principais jogadores do futebol italiano em sua posição atualmente, com 13 gols e atrás somente de Cristiano Ronaldo, que tem 14.

O clube de Gênova, porém, quer 40 milhões de euros para liberar Piatek, e o Milan, para cumprir os regulamentos do Fair Play Financeiro, pode pagar 10 milhões de euros para ter o jogador até o final desta temporada e os 30 milhões após o período.

Leia também: David Luiz poderá trocar Chelsea pelo Benfica no final da temporada, diz TV

O argentino, por sua vez, voltaria a atuar com Maurizio Sarri, técnico com o qual ele tem sua melhor marca na carreira, quando marcou 36 gols em 35 jogos pelo Napoli na temporada 2015/16, maior marca da história da Serie A. No Milan na atual temporada, Pipita balançou as redes oito vezes em 22 partidas.

Desde que surgiu no Real Madrid, em janeiro de 2007, o argentino só não fez mais gols (224) do que Messi (390), Cristiano Ronaldo (378), Cavani (239) e Ibrahimovic (237), entre os principais jogadores das cinco maiores ligas europeias.

Leia também: Brexit pode interferir em permanência de Vinícius Júnior no Real Madrid; entenda

Apesar do anúncio oficial estar muito próximo, Higuaín participou da derrota do Milan para a Juventus por 1 a 0, nesta quarta-feira, pela Supercopa Italiana. Ele saiu do banco de reservas e entrou no segundo tempo no lugar de Lucas Paquetá.

    Leia tudo sobre: futebol