Tamanho do texto

Atacante do Liverpool foi eleito melhor jogador africano pelo segundo ano consecutivo e dançou com cantor que participava da premiação

Mohamed Salah foi eleito pela segunda vez consecutiva o melhor jogador africano e recebeu seu prêmio nesta terça-feira. Mas o prêmio, por não ser surpresa para ninguém, acabou por ficar em segundo plano quando o atacante do Liverpool começou a dançar no palco do evento.

Leia também: Destaque do campeonato português, Éder Militão vira prioridade no Real Madrid

Mohamed Salah com o prêmio de melhor jogador africano de 2018
Divulgação
Mohamed Salah com o prêmio de melhor jogador africano de 2018

Após dizer que estava "muito orgulhoso" pela eleição, agradecer aos familiares, colegas de equipe e torcedores, Salah foi convidado pelo cantor senegalês Youssou Ndour e sua banda para dançar. Mesmo sem jeito, o jogador de 26 anos não decepcionou.

"Quando sua mãe força você a dançar em um casamento", escreveu um usuário do Twitter ao compartilhar o vídeo. "Mo pode jogar como um mago, mas ele não pode dançar para salvar sua vida", disse outro. Assista ao momento nos vídeos abaixo.

Leia também: Ronaldinho Gaúcho é homenageado e entra para Calçada da Fama do Maracanã

Leia também: Buffon revela que sofreu de depressão na Juventus: "Tudo perdeu o sentido"

Na atual temporada europeia, o egípcio Salah balançou as redes 16 vezes em 29 gols. Ele foi eleito com 64% dos 194 votos totais. O senegalês Sadio Mané, seu companheiro de Liverpool , ficou na segunda colocação, enquanto o gabonês Pierre-Emerick Aubameyang, do Arsenal, foi o terceiro.

    Leia tudo sobre: futebol