Tamanho do texto

"Lamento que tenham se preocupado sem motivo", disse o ex-craque em publicação nas redes sociais; ele realizava exames de rotina em Buenos Aires

O ex-craque argentino Diego Armando Maradona, atual técnico do Dorados de Sinaloa, equipe do México, recebeu alta de um hospital em Buenos Aires, onde havia sido internado devido a uma suspeita de sangramento no estômago, na tarde da última sexta-feira.

Leia também: Maradona estaria enfrentando depressão após fim de noivado, diz TV argentina

Maradona atualmente é técnico do Dorados de Sinaloa, do México
Divulgação
Maradona atualmente é técnico do Dorados de Sinaloa, do México

Maradona realizava exames de rotina na clínica Olivos, no norte da capital argentina, antes de retornar para o México, quando os médicos solicitaram uma endoscopia para averiguar uma suspeita de hemorragia gástrica.

No entanto os exames não revelaram nada grave. "Queria agradecê-los pelas mensagens de apoio. Lamento que tenham se preocupado sem motivo. Quero dizer-lhes que não aconteceu nada, que estou bem", escreveu o ex-camisa 10 no Facebook.

A notícia da internação do técnico do Dorados de Sinaloa havia causado apreensão entre os torcedores do Napoli, que têm o ex-craque como seu maior ídolo.

Leia também: Biografia de Totti fica entre os livros mais vendidos da Itália em 2018

Maradona com suspeita de depressão pós-término de noivado

Diego Maradona e a ex-noiva Rocio Oliva
Reprodução
Diego Maradona e a ex-noiva Rocio Oliva

De acordo com informações vinculadas em um canal de televisão argentino, o Pibe estaria enfrentando uma depressão desde que se separou de sua namorada Rocio Oliva e não conseguiu se reapresentar ao clube mexicano.

O jornalista Luis Ventura, do programa Involucrados, disse que além do término do relacionamento, Maradona enfrenta outros problemas pessoais. “Diego não está passando por um bom momento. Conflitos pessoais estão se acumulando em sua vida. Ele tem problemas sérios em repouso e foi submetido à terapia do sono”.

Os outros problemas pessoais de Maradona envolveriam o relacionamento com sua ex-mulher Claudia Villafane e a ausência do craque argentino no casamento da filha Dalma, em abril, que tem causado conflitos familiares desde então.

O relacionamento entre o ex-jogador e Rocio Oliva, de 22 anos, era conturbado. Em julho ela chegou a ser presa após uma denúncia do eterno camisa 10 à polícia informando que a jovem teria furtado jóias de sua casa. Meses depois os dois voltaram a namorar e noivaram.

Leia também: Milan anuncia oficialmente contratação de Lucas Paquetá até 2023

Porém, o término veio após a renovação do contrato de Oliva com a equipe feminina do River Plate, na Argentina. Oliva teria pedido a Maradona que ficasse com ela no país, mas ele preferiu não rescindir o contrato com o Dorados de Sinaloa.

    Leia tudo sobre: futebol