Tamanho do texto

Zagueiro Koulibaly, do Napoli, foi alvo de insultos racistas durante todo jogo. Fora do estádio, um torcedor da Inter de Milão acabou morrendo

Zagueiro Koulibaly foi alvo de racismo em Inter de Milão x Napoli
Twitter/Reprodução
Zagueiro Koulibaly foi alvo de racismo em Inter de Milão x Napoli

O clássico entre Inter de Milão e Napoli, válido pela 18ª rodada do Campeonato Italiano, foi marcado por morte de um torcedor, racismo contra jogador e gol nos acréscimos do segundo tempo, decidindo o resultado.

Leia também: Cristiano Ronaldo sai do banco de reservas e evita derrota da Juventus

O ambiente do jogo, que reuniu o segundo e o terceiro colocados na Série A, foi marcado por muita tensão, incluindo ofensas de racismo contra o zagueiro Kalidou Koulibaly, do Napoli.

Sons de macaco e insultos direcionados ao senegalês podiam ser ouvidos desde os primeiros minutos da partida. Por pelo menos três vezes, o sistema de som do estádio pediu para que os cantos parassem - inclusive, sob risco de pena à Inter de Milão.

Aos 35 minutos do segundo tempo, Koulibaly recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. O zagueiro da Napoli usou as redes sociais para se desculpar pela expulsão e comentar as agressões racistas.

Leia também: Mulher de Nainggolan sofre ameaças de torcedores da Inter de Milão pela web

"Peço desculpas pela derrota e, sobretudo, por ter deixado meus companheiros na mão. Mas tenho orgulho da cor da minha pele. De ser francês, senegalês, napolitano: homem."

Dentro de campo, a Inter venceu o vice-líder por 1 a 0, com gol de Lautaro Martínez nos acréscimos do segundo tempo.

Além disso, morreu nesta quinta-feira um torcedor da Inter de Milão atropelado por uma van antes da partida no San Siro. O incidente ocorreu por volta de 19h30, na via Novara, situada nos arredores do estádio, em meio a uma briga de torcidas.

Uma van com fãs do Napoli foi bloqueada e atacada por torcedores organizados da Inter. Os passageiros do veículo desceram e reagiram à agressão, e um deles acabou levemente ferido por uma faca.

Leia também: Salah ameaça deixar o Liverpool caso atacante israelense seja contratado

Ao deixar a zona da confusão, a van teria atropelado um torcedor nerazzurro de 35 anos, que chegou a ser levado a um hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Segundo o delegado Marcello Cardona, o veículo foi cercado por mais de 100 "ultras" interistas e do clube amador Varese, sendo que dois já foram presos.

Cardona também informou que pedirá o fechamento do setor das organizadas da Inter no San Siro até 31 de março de 2019 e o veto à presença de torcedores nerazzurri em partidas fora de casa até o fim da temporada. Muito em função, também, pelo caso de racismo no jogo desta quarta-feira.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.