Tamanho do texto

Principal rival do português, treinador do City acredita, no entanto, que Mourinho voltará ao topo em breve, assim como o alemão Jürgen Klopp

demissão de José Mourinho do Manchester United segue repercutindo na Inglaterra. Nesta quarta-feira, Pep Guardiola, maior adversário do português desde quando treinava o Barcelona e que atualmente comanda o Manchester City, se solidarizou com o "The Special One" e disse acreditar que ele estará no topo em breve.

Pep Guardiola e José Mourinho se cumprimentam antes de partida entre Manchester City e Manchester United
Divulgação
Pep Guardiola e José Mourinho se cumprimentam antes de partida entre Manchester City e Manchester United

"Estou do lado dele. Como técnicos, estamos sozinhos. Eles nos chamam para tentar vencer, e quando você não vence, eu sei o que acontece. Quando este tipo de coisa acontece, obviamente fico na posição dos técnicos demitidos e sei exatamente o que eles podem sentir", afirmou Guardiola e continuou.

"Sempre estou ali, pois estamos sozinhos e toda a pressão está nos nossos ombros. Mas ele tem muita experiência, é um homem de topo e voltará em breve. E vamos nos enfrentar de novo".

Quem também comentou a demissão do luso foi Jürgen Klopp, do Liverpool, que venceu o United no último final de semana por 3 a 1 em jogo considerado a gota d'água para a queda. Segundo o alemão, é algo natural na profissão de treinador.

Leia também: Manchester United age rápido e anuncia novo técnico um dia após demitir Mourinho

"É como funciona em nossa profissão. Eu sempre digo isto. É o mesmo para mim, e se o clube acha que há alguém que pode fazer melhor, eles trocam hoje. É assim que funciona: não se olha para como o time jogou no último jogo. Se há alguém que pode ir melhor, troque agora. E isso pode ser muito caro para os clubes, e é na verdade a única coisa que salva nossas vidas às vezes nesta situação", ponderou.

Klopp fez questão de ressaltar, no entanto, que lamenta a demissão, mas acredita que Mourinho tem muita experiência e a chance de voltar ao mercado em breve é grande.

"Não é que não sinta por ele ou algo assim. É difícil levar como pessoa, mas se um técnico é demitido na Championship ou na League One, então é um momento ruim, pois você não sabe se voltará a ter outro emprego. Se José quiser ter outro, ele terá em dois dias. É realmente fácil. Estamos falando de alguém em alto nível", acrescentou.

Leia também: Pep Guardiola dá palestra sobre futebol para presos políticos em Barcelona

Com Mourinho fora, o título inglês deve ser disputado rodada a rodada por Guardiola e Klopp, já que hoje, o Liverpool lidera com um ponto à frente do Manchester City.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas