Tamanho do texto

Comandante português tinha contrato válido até o meio de 2020, mas acabou sendo demitido antes mesmo do fim de 2018

José Mourinho foi demitido do comando do Manchester United
AFP / Reprodução
José Mourinho foi demitido do comando do Manchester United

O português José Mourinho não é mais o técnico do Manchester United. O clube inglês informou a demissão do comandante na manhã desta terça-feira, dois dias depois da derrota sofrida diante do Liverpool, pelo Campeonato Inglês.

Leia também: Shaqiri marca duas vezes, Liverpool vence United e segue na liderança do Inglês

"O Manchester United anuncia que José Mourinho deixou o clube com efeito imediato. O clube gostaria de agradecer por seu trabalho durante este tempo no Manchester United e desejar sucesso a ele no futuro", disse o clube em comunicado oficial.

"Um novo técnico interino será escolhido até o fim da temporada atual, enquanto o clube conduzirá um processo de escolha de um treinador novo e permanente", finalizou a nota do Manchester United .

José Mourinho se despede após passar duas temporadas e meia no comando do time do Old Trafford. Nesse período, conquistou três títulos: a Supercopa da Inglaterra, a Copa da Liga Inglesa e a Liga Europa.

Leia também: José Mourinho não dá folga e elenco do United treinará na tarde de Natal

O técnico português tinha contrato até ao final da temporada 2019/20, com opção de renovação. O contrato incluía uma cláusula de saída que previa o pagamento do equivalente a um ano de salário, que seria pago em sua totalidade caso o clube decidisse demitir Mourinho antes do final da tamporada, como aconteceu.

A trajetória foi marcada por muitas críticas ao desempenho do time, polêmicas de relacionamento, principalmente com o astro francês Pogba, e ausência de títulos de grande importância. Na atual temporada do Campeonato Inglês , o time ocupa apenas a sexta posição, bem longe dos líderes.

Leia também: "José Mourinho é o Donald Trump do Manchester United", diz jornal inglês

A demissão vinha sendo cogitada há alguns meses e acabou se concretizando após a derrota para o Liverpool por 3 a 1. Neste jogo, o Manchester United de Mourinho foi massacrado dentro de campo, com o rival finalizando impressionantes 36 vezes ao gol de De Gea, contra apenas três do United.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.