Tamanho do texto

Com boa atuação de Fabinho e Mané, Reds se impõem dentro de casa e vencem o grande rival para manter invencibilidade e a ponta da competição

Para fechar a 17ª rodada do Campeonato Inglês, o Liverpool venceu o Manchester United por 3 a 1, em Anfield, neste domingo, naquele que é considerado o maior clássico da Inglaterra, e retomou a liderança da competição, após perdê-la temporariamente para o Manchester City.

Leia também: Modric critica ausência de Messi e CR7 em premiação da Bola de Ouro: "Injusto"

Shaqiri corre com Firmino para comemorar um dos gols que fez na vitória do Liverpool sobre o Manchester United
Reprodução/Twitter/LFC
Shaqiri corre com Firmino para comemorar um dos gols que fez na vitória do Liverpool sobre o Manchester United

Os gols da vitória do Liverpool foram marcados por Mané, no primeiro tempo, e Shaqiri, duas vezes, no segundo. Lingard descontou para o Manchester United. O melhor da partida, por conta da estrela que teve, foi Shaqiri, mas vale destacar também Mané e o brasileiro Fabinho.

Desta forma, com 45 pontos, os Reds seguem na liderança da Premier League , um ponto à frente do City, e ainda invictos. Os Diabos Vermelhos estão estacionados na sexta colocação, com 26 pontos, e fazem a pior campanha do time nos últimos 28 anos.

A próxima partida da equipe de Jürgen Klopp será na sexta-feira, 21, contra o Wolves. Os comandados por José Mourinho, por sua vez, entram em campo no sábado, 22, contra o Cardiff.

Principais lances de Liverpool 3 x 1 Manchester United

O Liverpool dominou o rival durante os 90 minutos e chegou à 14ª vitória em 17 jogos
Reprodução/Twitter/premierleague
O Liverpool dominou o rival durante os 90 minutos e chegou à 14ª vitória em 17 jogos

O início da partida foi de muita pressão dos donos da casa. A primeira grande chance foi aos cinco minutos, em chute de Roberto Firmino que acabou com ótima defesa do goleiro De Gea. Logo depois, Lindelöf errou na saída de bola e Mané aproveitou bem, passou para Salah, que serviu Fabinho. O brasileiro finalizou e a bola tirou tinta da trave esquerda do Manchester United .

Na sequência, a equipe de Mourinho continuou sendo muito pressionada, mas se defendeu bem e não correu riscos. Aos 23 minutos, no entanto, Fabinho apareceu com muito espaço e lançou Mané de forma milimétrica. O senegalês dominou no peito e, sem deixar a bola cair, finalizou de perna esquerda para inaugurar o marcador em Anfield.

Três minutos depois, Robertson cobrou a falta, Firmino aproveitou a sobra e passou para Lovren. O zagueiro pegou de primeira e mandou por cima, mas assustou De Gea. Quando tudo indicava que os Reds aumentariam o placar ou, ao menos, iriam para o intervalo com vantagem, Alisson falhou e isso mudou.

Lukaku avançou pelo lado esquerdo e conseguiu o cruzamento, que saiu fechado e foi em direção ao goleiro brasileiro. Ele tentou encaixar, mas deixou escapar e a bola ficou limpa para Lingard, que fez aniversário neste sábado, empurrar para as redes e deixar tudo igual no clássico aos 32 minutos.

Leia também: Copa de 2022 terá lugares específicos para consumo de bebidas alcoólicas

Na segunda etapa, o Liverpool voltou a ficar muito mais com a bola e criar as principais chances. A primeira clara de gol veio aos seis minutos, quando a bola foi levantada na área, Salah não dominou e ela caiu nos pés de Firmino. O brasileiro estava cercado, mas conseguiu se livrar de quatro jogadores e bater de bico para ótima defesa do arqueiro espanhol.

Os comandados por Jürgen Klopp seguiram em cima, trocando muitos passes, girando a área do United, mas ficaram um bom tempo sem assustar De Gea. Aos 24 minutos, no entanto, o treinador alemão decidiu colocar Shaqiri no lugar de Keita e se mandar ainda mais para o ataque.

E com dois minutos em campo, a alteração fez diferença. Mané fez linda jogada pelo lado esquerdo, deixou o marcador no chão e cruzou. A bola desviou em um defensor e, posteriormente, em De Gea e foi parar no meio da área pedindo para alguém chutá-la. Shaqiri, então, apareceu para bater e colocar os donos da casa novamente na frente.

A estrela do suíço não parou por aí. Aos 34, Firmino tentou passe para Salah, a bola foi travada e sobrou para Shaqiri, que bateu, viu a bola desviar em Darmian e novamente morrer no fundo do gol. O camisa 23 mudou o jogo.

Leia também: Pepe deixa o Besiktas e paga salários de funcionários do clube, diz jornal

Daí até o apito final, o Manchester United continou sem assustar o gol de Alisson, que, tirando a falha, não sairá nas imagens da partida, pois praticamente descansou. Aos 48, fim de papo em Anfield com ótima vitória do Liverpool  por 3 a 1.

    Leia tudo sobre: futebol