Tamanho do texto

Duelo contra o River Plate acontecerá neste domingo, no Santiago Bernabéu, na cidade de Madri

Final da Libertadores 2018 entre Boca Juniors e River Plate agita mundo do futebol
Divulgação
Final da Libertadores 2018 entre Boca Juniors e River Plate agita mundo do futebol

O TAS (Tribunal Arbitral do Esporte) rejeitou neste sábado um recurso do Boca Juniors para cancelar a segunda partida da final da Copa Libertadores da América, contra o River Plate, e conceder o título ao clube xeneize.

Leia também: "Somos uma vergonha como país", diz Benedetto sobre final fora da Argentina

Com a decisão, o Boca Juniors esgotou as possibilidades de recurso para evitar entrar em campo neste domingo, no Santiago Bernabéu, em Madri.

O clube pedia o cancelamento do jogo por conta do ataque a seu ônibus no último dia 24 de novembro, nos arredores do Monumental de Núñez, estádio do River Plate . Dois jogadores ficaram feridos na ocasião.

A segunda partida da final da Libertadores havia sido remarcada para o dia seguinte, mas, como o Boca se recusou a entrar em campo alegando "desigualdade de condições", a Conmebol decidiu levar a final para a Espanha.

Leia também: "Pensei que eu fosse burro, mas ganharam de mim", diz Tevez sobre final

O clube xeneize tentava usar como precedente sua exclusão da Libertadores de 2015, quando jogadores do River foram atacados no túnel de acesso ao campo do estádio La Bombonera.

River Plate x Boca Juniors em Madri

Dario Benedetto, atacante do Boca Juniors
El Clarin / Reprodução
Dario Benedetto, atacante do Boca Juniors

Por conta da confusão nos arredores do estádio do River Plate, a final da Libertadores foi adiada e remarcada para o próximo domingo (09), no estádio Santiago Bernabéu, em Madri. 
Para desta vez tudo ocorrer como o previsto, as autoridades espanholas confirmaram que esperam receber entre 400 e 500 torcedores violentos de ambas as equipes.

"Estamos esperando entre 400 e 500 deste grupo. Sabemos que muitos têm antecedentes penais, mas confiamos no nosso plano de organização", informou José Manuel Rodríguez Uribes, delegado do governo de Madri, em entrevista à "Cadena Ser".

Na quinta, segundo Uribes, um dos líderes da torcida organizada "La 12", do Boca Juniors, Maxi Mazzarro, foi deportado para Buenos Aires pouco depois de ter chegado em Madri.

Leia também: Técnico do River Plate desabafa sobre final em Madri: "Roubaram o torcedor"

A grande final da Libertadores entre River Plate e  Boca Juniors acontece começa às 17h30 (de Brasília)

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.