Tamanho do texto

Um dos líderes do elenco do Boca, Tevez crê que a transferência do confronto contra o River para o Santiago Bernabéu prejudica todos os jogadores

A final da Copa Libertadores entre River Plate e Boca Juniors será neste domingo, no Santiago Bernabéu, em Madri. Mas tem jogador que ainda não se conformou com a ideia de jogar a decisão do principal campeonato sul-americano na Espanha, como o atacante Xeneize Carlos Tevez.

Leia também: Líder de barra brava do Boca Juniors é deportado ao chegar na Espanha

Guillermo Schelotto e Carlos Tevez no dia do adiamento da segundo jogo da final da Libertadores ainda no Monumental de Núñez
Divulgação
Guillermo Schelotto e Carlos Tevez no dia do adiamento da segundo jogo da final da Libertadores ainda no Monumental de Núñez

Após o treino desta quinta-feira, Tevez brincou ao ser questionado pelo diário Olé sobre a mudança e disse que os dirigentes da Conmebol conseguiram superar sua burrice. "Eu pensei que eu fosse burro, mas ganharam de mim com isso (mudança para Madri", disse o experiente atacante.

O jogador de 34 anos ainda afirmou que os dirigentes da entidade que comanda o futebol sul-americano são "três loucos atrás de uma mesa, não entendem nada". Já de acordo com o jornal Marca , O camisa 32 acredita que os jogadores foram os mais prejudicados pela final ser disputada na capital espanhola.

Leia também: "Quando troquei o Boca pelo River, incendiaram minha casa com meus pais dentro"

"Não estou de acordo que se jogue o Bernabéu. Os jogadores é que saem perdendo. Tiraram o nosso sonho. Tiraram o sonho dos jogadores do Boca para o jogo de volta no campo do River. E creio que os jogadores do River também sentem o mesmo", afirmou.

A imprensa argentina, por meio do jornal Clarín , noticiou também que o camisa 32 foi um dos principais jogadores que articularam para que o Boca Juniors não entrasse em campo no dia 24 de novembro, dia da confusão no Monumental de Núñez.

Ele teria atravessado a posição do presidente do clube Daniel Angelici e liderou a resistência contra a pressão da Conmebol.

Leia também: Torcedor do River Plate é preso por ataque ao ônibus do Boca Juniors

A decisão entre River Plate e Boca Juniors foi transferida para o Santiago Bernabéu, em Madri, após o adiamento do segundo jogo por conta do apedrejamento do ônibus do clube xeneize. O duelo será neste domingo, às 17h30, horário de Brasília. Tevez tentará seu segundo título da Libertadores, o primeiro foi em 2003.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.