Tamanho do texto

A campanha Rainbow Laces levará para os gramados do Campeonato Inglês bandeirinhas nas cores do arco-íris, bola personalizada e mensagens no telão

Esse será o terceiro ano que a Premier League faz ações em apoio ao público LGBTI
Reprodução/ Premier League
Esse será o terceiro ano que a Premier League faz ações em apoio ao público LGBTI

A Premier League anunciou nesta semana que nas próximas rodadas do campeonato prestará apoio a causa LGBTI (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transsexuais e Intersexuais) com a campanha 2018/19 Rainbow Laces.

Leia também:  "É impossível assumir sua homossexualidade no esporte", diz francês Giroud

O comunicado publicado na página oficial da entidade informou que, entre os dias 30 de novembro e 05 de dezembro, ações serão feitas a fim de “encorajar os torcedores e atletas a serem aliados ativos e desempenharem o seu papel de garantir que as pessoas LGBTI se sintam incluídas no esporte”.

As ações incluem bandeiras de escanteio nas cores do arco-íris (símbolo do ativismo LGBTI), bola e placa para substituições com visual renovado e uma placa antes do aperto de mãos. Todos os capitães utilizarão uma braçadeira colorida. Durante as partidas aparecerá nos telões dos estádios mensagens que promovem a campanha.

Este é o terceiro ano que a maior liga de futebol do mundo realiza a campanha em apoio ao público LGBTI. “Os nossos clubes fazem um trabalho fantástico nesta área para reforçar a mensagem de que o futebol é para todos. Estamos orgulhosos de fazer a nossa parte e usar a nossa influência para celebrar esta campanha”, comentou o diretor da PL, Bill Bush.

Leia também:  Técnico do Manchester City, Pep Guardiola dá palestra em prisão na Espanha

A campanha não fica apenas em ações realizadas na elite. A Premier League Primary Stars, um programa de educação primária no futebol inglês, inclui recursos didáticos para conscientização de alunos sobre estereótipos de gênero.

Diretora de esportes da ONG Stonewall , Kirsty Clarke, comemorou a parceria com a liga. “Não há nenhuma promessa ou carta que possa garantir que todos sejam aceitos dentro do esporte. Esse tipo de mudança vem do trabalho concentrado, da atenção cuidadosa e de uma estratégia de reflexão”, disse.

Leia também:  Eden Hazard acha que não merece Bola de Ouro: "votaria no Mbappé"

Além desse projeto, a Premier League faz parte do movimento #TeamPride que reúne marcas esportivas e empresas comprometidas em tornar o esporte um jogo de todos e de apoio ao público LGBTI .

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.