Tamanho do texto

Clube colombiano foi eliminado do Torneio Finalización na noite do domingo. Zagueiro e irmão estavam no carro atingido por tiros. Ninguém ficou ferido

O zagueiro do Deportivo Cali, Juan Quintero, sofreu um atentado a tiros depois de eliminação do clube
Reprodução
O zagueiro do Deportivo Cali, Juan Quintero, sofreu um atentado a tiros depois de eliminação do clube

Na noite deste domingo (11), o zagueiro Juan Sebastian Quintero , do Deportivo Cali da Colômbia, sofreu um atentado a tiros no bairro Alfaguara quando deixava o estádio do clube, depois do jogo contra o Deportivo Pasto.

Leia também:  Equipe sub-14 sofre acidente fatal de ônibus em região montanhosa do Peru

Segundo informações do site ElPaís.com.co , o atentado contra o jogador do Deportivo Cali teria sido realizado pelos próprios torcedores do clube. O motivo? A eliminação do time na primeira fase do Torneio Finalización do Campeonato Colombiano.

Apesar da vitória por 1 a 0 contra o Deportivo Pasto, o Cali terminou a competição na décima colocação e apenas os oito primeiros da tabela se classificaram para a fase final do torneio.

De acordo com a Polícia Nacional, dois homens em uma motocicleta abordaram o carro do zagueiro Quintero e mandaram o jogador parar. O pai do atleta, Diego Quintero, deu entrevista ao jornal  El País e contou o que aconteceu.

“Dispararam contra o carro, no momento em que Juan estava com o irmão mais novo”. Quintero tem 23 anos, chegou ao clube de Cali em 2013, após uma temporada na Europa retornou à Colômbia para ajudar a equipe que o revelou. Nenhum dos dois ficou ferido.

O pai do atleta também comentou que os autores do atentado podem ser membros de torcidas organizadas do Deportivo Cali. Logo após os disparos, os homens fugiram e ainda não foram identificados pela polícia. Apesar do relato da família, as autoridades locais tratam o caso como tentativa de roubo.

Leia também:  Boca Juniors e River Plate empatam em jogão pela final da Libertadores

Nesta segunda-feira (12), o clube publicou em sua conta do Twitter um comunicado repudiando o ‘ato violento’ contra o zagueiro da equipe. “A associação Deportivo Cali lamenta profundamente o ato violento contra nosso jogador Juan Sebástian Quintero (...) Os fatos estão sendo investigados por parte da Polícia Nacional”, diz o texto.


Situação do Deportivo Cali não é boa

Deportivo Cali e Palmeiras se enfrentaram na final da Libertadores de 1999. O clube brasileiro foi campeão.
Reprodução
Deportivo Cali e Palmeiras se enfrentaram na final da Libertadores de 1999. O clube brasileiro foi campeão.

Fundado em 1912, a Associação Deportivo Cali possui nove títulos do Campeonato Colombiano e é considerado o quarto clube que mais levantou o troféu nacional.

As campanhas do time em âmbito internacional não são muito satisfatórias: foi vice campeão da Copa Libertadores da América em 1978 e 1999, além de ser vice também da Copa Merconorte.

Leia também:  Argentino Santiago Solari é efetivado no cargo de treinador do Real Madrid

Pela tradição no país, a eliminação do fim de semana levou o Deportivo Cali a anunciar a saída do treinador Gerardo Pelusso e do capitão da equipe Andrés Pérez. A saída do meio-campista não agradou os torcedores, que protestaram nas redes sociais.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.