Tamanho do texto

Para o galês, Real Madrid aprendeu a jogar como unidade. No clube espanhol desde 2013, Bale é tetracampeão da Liga dos Campeões da UEFA pelo time

Cristiano Ronaldo e Bale nos tempos de Real Madrid
Andres Kudacki/AP
Cristiano Ronaldo e Bale nos tempos de Real Madrid

A saída de Cristiano Ronaldo do Real Madrid parece não ter deixado saudades. O ex-companheiro do português, o atacante Gareth Bale, em entrevista ao jornal Daily Mail, disse que hoje o clube merengue tem se comportado mais como uma equipe.

Leia também: Para Lopetegui, Modric merece prêmio de melhor do mundo

“Obviamente é um pouco diferente por ter saído um jogador tão bom. Talvez seja um pouco mais relaxado, sim. Mas suponho que somos mais equipe, trabalhamos mais como uma unidade ao invés de jogar para um jogador”, confessou Bale .

Neste início de temporada, Gareth Bale tem se destacado no elenco. Em quatro partidas pela La Liga, o galês tem três gols marcados. Na entrevista, Bale também revelou que ficou chateado com o técnico Zinédine Zidane por começar a final da Liga dos Campeões de 2017/18, contra o Liverpool, no banco. “Senti que merecia começar a partida. Havia marcado na Liga. Sendo assim, foi difícil deixar a raiva de lado”.

Ao entrar, no segundo tempo da partida, o jogador marcou dois gols da vitória por 3 a 1 do clube espanhol e consagrou-se tetracampeão da Liga dos Campeões e deu aos torcedores o 13º título da Liga. O primeiro gol dele na partida foi tema da entrevista.

Depois de cruzamento de Marcelo, Bale deu uma bicicleta e acertou o ângulo de Karius, anotando um belo gol. “Você pode escolher abaixar a bola e fazer alguma coisa. Mas sabe que está numa situação em que, se você fechar, tem que tentar alguma coisa. Se você não tentar, as coisas nunca acontecem” acrescentou. Para ele seu gol poderia estar entre os 10 gols mais bonitos da última temporada da UEFA.

Perguntado se foi melhor que o de Cristiano Ronaldo, hoje na Juventus, e que ganhou o prêmio , Bale respondeu “Não sou eu quem tem que dizer isso”. E ainda brincou “Eu não sei como eu não estava nesta lista. Eu quero saber quem estava no júri, porque eles deveriam ser demitidos”.

Veja abaixo o lance do gol de Bale:


O camisa 11 ainda falou sobre o ex-goleiro do Liverpool, Karius. Disse que motivou o atleta, que falhou no primeiro gol do Real Madrid, após a partida “Mantenha a cabeça erguida. Ocorrem erros. É uma pena que isso aconteça em uma final”.

Leia também: Presidente do PSG se irrita com investida do Real Madrid por Neymar

O jogador admitiu que existe uma possibilidade de voltar à Inglaterra “Posso dizer sim ou não. Sempre se quer voltar e jogar na liga de seu país, já que uma parte de você sente falta do lar”, admitiu o galês. Perguntado se o atual treinador, Julen Lopetegui, é melhor que Zidane, Bale se esquivou “Eu não tenho certeza se quero responder a isso” e finalizou.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.