Tamanho do texto

Liverpool apostou no contra-ataque para liderar o placar duas vezes. Roma até conseguiu a virada, mas 4 a 2 não foi necessário para se classificar

Depois de abrir grande vantagem na partida de ida, ao vencer por 5 a 2, o Liverpool apenas administrou o resultado na partida de volta contra a Roma e garantiu vaga na decisão da Liga dos Campeões , mesmo com uma derrota por 4 a 2. O time inglês até chegou a liderar o placar em duas oportunidades, mas foi a equipe italiana que marcou duas vezes no fim e saiu com a vitória.

Leia também: Real Madrid sofre, mas elimina o Bayern no agregado e vai à final da Champions

Roma x Liverpool Mané
Reprodução/Twitter/LFC
Roma x Liverpool Mané

Ambos os times criaram grandes oportunidades de marcar mais gols. No entanto, o Liverpool parou em boas defesas de Alisson, principalmente com os pés, e a Roma acabou sendo prejudicada pela arbitragem, que deixou de marcar dois pênaltis que poderiam ter mudado o curso da partida.

O jogo

Roma x Liverpool Dzeko
Reprodução/Twitter/OfficialASRoma
Roma x Liverpool Dzeko

A primeira chance da partida foi da Roma, aos 6 minutos de partida. O lateral Florenzi recebeu na intermediária e aproveitou o espaço para ajeitar e arriscar de longe. O chute forte passou raspando a trave de Karius e foi para fora.

No entando, dois minutos depois o Liverpool mostrou seu contra ataque mortal, com muita velocidade. Naiggolan errou um passe fácil na saída de bola e entregou no pé de Firmino. O brasileiro arrancou em velocidade e deixou Mané na cara do gol. O senegalês não chutou bem, mas foi o suficiente para vencer Alisson e abrir o placar. 

Precisando de quatro gols para se classificar, a Roma foi para o ataque e conseguiu empartar a partida logo depois. Aos 13 minutos, o time italiano cruzou para a área, Lovren tentou tirar com um chutão, mas a bola foi direto no rosto do volante Milner e voltou para dentro do próprio gol. Um lance bizarro da defesa inglesa.

Com muita velocidade do seu trio ofensivo e a Roma tendo que buscar uma goleada, o Liverpool apostava nos contra-ataques. Em mais uma jogada de velocidade, aos 24 minutos, Robertson avançou pela esquerda, invadiu a área, tocou para trás e Mané finalizou quase na pequena área. Só que Alisson salvou a Roma com o pé e mandou a bola para escanteio. 

Depois da cobrança, Dzeko tenta afastar de cabeça mas a bola vai para trás e encontra Wijnaldum sozinho. Com um leve toque, o holandês tirou do goleiro e recolocou os Reds em vantagem. 

Roma x Liverpool Wijnaldum
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
Roma x Liverpool Wijnaldum

Novamente a resposta da Roma foi rápida, mas dessa vez a finalização parou na trave. Aos 34, El Sharaawy recebeu na ponta esquerda, foi levando para o meio e finalizou colocado de perna direita. A bola desviou no meio do caminho e acertou no poste.

Leia também: Di Maria não sabe se vai continuar no PSG: "O futebol é muito estranho"

Precisando de quatro gols, a Roma voltou do intervalo partindo para cima. Logo aos 3 minutos, Dzeko recebeu grande passe, invadiu a área e foi derrubado por Karius. No entanto, o juiz já havia paralizado e marcado impedimento do atacante, que estava em posição legal. Erro do assistente.

Três minutos depois, El Shaarawy finalizou bem e Karius espalmou nos pés de Dzeko. O bósnio dominou e finalizou tirando do goleiro para empatar a partida.

A Roma poderia virar o jogo aos 17 minutos, mas o árbitro errou novamente e não marcou outro pênalti para a equipe italiana. Nainggolan cruzou na área e Dzeko tentou completar de cabeça. Arnold deu um chutão, mas acertoy um adversário e a bola sobrou com El Shaarawy. O atacante finalizou e o próprio Arnold botou a mão na trajetória e impediu a virada. Outro erro crucial do juiz.

O jogo ficou morno até os 30 minutos, com erros de passe e poucas chances de gol. Aos 32, Schick quase acertou o ângulo em chute de fora da área, mas a bola foi para fora. Três minutos depois, foi a vez de Dzeko tentar a virada, mas Karius fez boa defesa em finalização rasteira.

Aos 43, Naiggolan até chegou a dar leves esperanças para a torcida, mas o volante nem chegou a comemorar quando marcou o gol da vitória da Roma. Kolarov tocou para o belga, que finalizou de primeira, bem no cantinho, e marcou um belo gol.

E o resultado ficou mais perto ainda aos 48 minutos. Ünder foi lançado dentro da área, dominou errado e a bola bateu no braço de Klavan. Desta vez o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Nainggolan chutou forte e deixou a Roma a um gol da classificação.

We did it. TOGETHER! 🔴 #LFC #LiverpoolFC #Liverpool #UCL #ChampionsLeague

Uma publicação compartilhada por Liverpool Football Club (@liverpoolfc) em

Leia também: Lateral confessa que bateu em Rodrygo de propósito: "Não tinha outro jeito"

No entanto, o juiz não deixou o time italiano ter uma chance de levar a partida para as penalidades e encerrou o confronto logo após a saída do meio de campo. Com o resultado, o Liverpool se classificou para a final da Liga dos Campeões e irá enfrentar o Real Madrid na busca pelo título.

    Leia tudo sobre: Futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.