Tamanho do texto

Caso do árbitro Tony Chapron com zagueiro do Nantes, o brasileiro Diego Carlos, ganhou destaque em jornais esportivos de todo o mundo

Árbitro Tony Chapron agrediu o jogador brasileiro Diego Carlos, zagueiro do Nantes
Reprodução
Árbitro Tony Chapron agrediu o jogador brasileiro Diego Carlos, zagueiro do Nantes

O árbitro Tony Chapron foi suspenso por três meses de suas funções, anunciou o Comitê Disciplinar da Liga de Futebolistas Profissionais da França (LFP). O juiz de 45 anos de idade agrediu o jogador brasileiro Diego Carlos durante uma partida entre Nantes e Paris Saint-Germain (PSG), pela 20ª rodada do Campeonato Francês .

LEIA TAMBÉM: Trio de arbitragem é brutalmente agredido por torcedores na Argentina

Além disso, a entidade ainda alegou que após a punição, ele ainda irá ficar sob "supervisão" pelo mesmo período e, em caso de reincidência, será afastado mais uma vez. No entanto, o árbitro , que se aposentará no fim do ano, pode recorrer da decisão.

O caso ganhou destaque nos jornais esportivos de todo o mundo durante a partida vencida pelo PSG por 1 a 0 em 14 de janeiro de 2018. O zagueiro do Nantes corria próximo ao ábitro quando, sem querer, causou a queda de Chapron. Enquanto ainda estava no chão, o juiz tentou dar uma rasteira no brasileiro e deu um cartão vermelho, expulsando o zagueiro.

LEIA TAMBÉM: Árbitro é morto a pauladas por torcedores indignados com derrota

Relembre (para ver o lance, assista à partir dos 30 segundos):


LEIA TAMBÉM: "Árbitra sexy" gera polêmica em anúncio que promove curso de formação de juízes

Em um comunicado, Tony Chapron se desculpou pelo ocorrido. "Durante o jogo Nantes-PSG [0-1], fui atropelado por Diego Carlos , um jogador de Nantes. Na altura do choque, senti uma grande dor, numa lesão recente, e num gesto irreflectido estendi a perna na direcção do jogador", disse o árbitro.

Clique e baixe o 365Scores para ter resultados, dados, notícias, tempo real, vídeos e muito mais