Tamanho do texto

Torcedores inconformados com decisões durante partida invadiram o campo e agrediram os árbitros; um deles teve traumatismo crânio-encefálico

Trio de arbitragem é agredido por torcedores do Atlético Juventud Pergamino  na Argentina
Reprodução
Trio de arbitragem é agredido por torcedores do Atlético Juventud Pergamino na Argentina

Um episódio de violência marcou uma partida da Federal B na Argentina. Minutos finais antes do fim do encontro entre o Atlético Juventud Pergamino e Independiente de Chivilcoy, o trio de arbitragem foi brutalmente agredido por torcedores do time local. Tratava-se do jogo de volta das quartas de finais, que dá acesso à Federal A, o terceiro nível de futebol do país.

LEIA TAMBÉM: De OJ Simpson a Jobson: Relembre 13 atletas que foram parar atrás das grades

O Juventud perdia por 1 a 0 e poucos minutos antes do apito do juiz, os torcedores do clube invadiram os gramados e começaram a agredir Bruno Amiconi e seus dois assistentes, Mauricio Luna e Marcelo Acosta. O time havia empatado o primeiro jogo em 1 a 1 e desperdiçava a chance de subir no futebol da Argentina .

Assista o vídeo:


LEIA TAMBÉM: Goleiro do Inter participa de resgate de banhistas em praia de Santa Catarina

Após o ataque, os árbitros conseguiram se esconder no vestiário e lá permaneceram até serem enviados a um hospital. Um deles sofreu traumatismo crânio-encefálico e perda de consciência. O outro recebeu 10 pontos na cabeça.

Um dos árbitros precisou levar dez pontos na cabeça após agressão dos torcedores
Reprodução
Um dos árbitros precisou levar dez pontos na cabeça após agressão dos torcedores

LEIA TAMBÉM: Cristiano Ronaldo ganha novo busto em versão corrigida; veja como ficou

Comunicado do Juventud

"A Comissão do Clube Atlético Juventud repudia toda forma de violência e se solidariza com os árbitros e com o Independiente de Chivilcoy. Nos encontramos à disposição para colaborar com a justiça em tudo o que for necessário, repudiando aqueles que com suas atitudes, depredam o esforço que vinha sido realizado por jogadores, comissão técnica, dirigentes e a maioria dos torcedores que vão ao estádio, em família e por amor ao clube", emitiu em nota o clube da Argentina.

    Leia tudo sobre: futebol