Tamanho do texto

Craque também citou Ronaldinho durante entrevista ao canal do clube: "Se eu puder repetir um pouco da sua história de sucesso vai ser incrível"

Muitos fatores pesaram na hora de Philippe Coutinho escolher sair do Liverpool para jogar no Barcelona , como estar em um dos maiores clubes do mundo, ter um salário melhor, morar em uma cidade agradável. Entretanto, para o brasileiro, houve um ponto que foi essencial para que ele fosse jogar na equipe catalã: jogar ao lado de Lionel Messi .

Leia também: Philippe Coutinho será o 35º brasileiro a vestir a camisa do Barcelona

Philippe Coutinho bate bola no vestiário do Barcelona após ser oficialmente apresentado
Divulgação/Barcelona FC
Philippe Coutinho bate bola no vestiário do Barcelona após ser oficialmente apresentado

"Saber que vou ter a oportunidade de jogar, conviver com ele é incrível, para mim é uma honra muito grande. Isso também é uma das coisas que pesam muito, porque, quando você pensa ‘tenho a oportunidade de jogar com o Messi’, não são todos que têm. Estou muito feliz de estar chegando aqui e ter essa oportunidade de conhecê-lo", afirmou Philippe Coutinho ao canal oficial do Barcelona.

Após ser apresentado oficialmente na segunda-feira, o meia-atacante teve seu primeiro contato com os outros jogadores do clube na terça. Além de falar acom o técnico Ernesto Valverde, se encontrou também com jogadores como Luis Suárez, ex-companheiro de Liverpool, Piqué, Iniesta e Paulinho, parceiro de seleção (fotos abaixo). Mas mesmo com tantas estrelas ao seu lado, ele lembrou de outro ídolo do clube, Ronaldinho Gaúcho.

Leia também: Real Madrid tentou atravessar negociação entre Coutinho e Barcelona, diz jornal

"É difícil se comparar com um ídolo. Com certeza, o Ronaldinho é um grande ídolo meu e de muita gente aqui, de muitos dos fãs do Barcelona. Ele marcou uma época, se eu puder repetir um pouco da sua história de sucesso vai ser incrível. Sei que tenho que trabalhar muito para isso e é o que vou fazer", disse.

Primer dia...🙏🏽🙌🏽🔵🔴

Uma publicação compartilhada por Philippe Coutinho (@phil.coutinho) em

Vasco

Durante a entrevista, Coutinho também falou sobre o Vasco da Gama, seu clube de origem. Na equipe da Colina, jogou por dez anos, mas saiu quando tinha apenas 18 anos para jogar na Inter de Milão, em 2010. Por conta da sua transferência, o clube carioca deve receber cerca de R$ 15,8 milhões, equivalente a 2,5% do valor total da negociação (163 milhões de euros), por ser o formador.

"Fico feliz primeiramente pelo carinho que os torcedores do Vasco têm por mim, e imagino que muitos estejam felizes com a minha vinda porque sabem o quanto eu queria isso. E claro, poder saber que, de repente, essa transferência pode ter ajudado eles, fico feliz também, porque é um clube que me criou, clube que me deu tudo durante muitos anos, vivi 10 anos aí, desde quando cheguei. Me deu estudo, educação, fico feliz por poder retribuir de alguma forma", finalizou o brasileiro.

Leia também: Veja os prováveis números que Coutinho deve usar no Barcelona

A estreia de Philippe Coutinho deve demorar alguns dias para acontecer, por conta de uma lesão na coxa direita . Em 20 dias, no entanto, o craque deve estar pronto e seu primeiro jogo com a camisa azul e grená deve ser contra o Espanyol, dia 4 de fevereiro, pela 22ª rodada do Espanhol.

    Leia tudo sobre: futebol