Lance

garoto vítima de racismo chora
reprodução
Fluminense e Vasco tentam viabilizar teste na base para garoto vtima de injria racial


Fluminense e Vasco estão viabilizando a possibilidade de Luiz Eduardo, de 11 anos, realizar testes nas bases dos clubes. O jovem relatou ter sofrido injúria racial durante um torneio infantil de escolinhas em Caldas Novas (GO). Após o caso, Neymar mandou mensagem para o garoto .

O Tricolor procurou a família e o Uberlândia Academy, equipe em que o menino atua, enquanto o Cruz-Maltino entrou em contato com o pai dele para tentar organizar uma avaliação no início de 2021.

A informação foi dada inicialmente pelo "ge". Ainda não há nada certo pois o caso envolve cautela, já que a ação envolve levar uma criança de outro estado ao Rio de Janeiro para passar um tempo treinando em Xerém ou em São Januário. No entanto, há o interesse.

Lateral-direito do Fluminense, Calegari se prontificou e ajudou nessa ponte. Através do Twitter, o jogador afirmou que já havia entrado em contato com os observadores da base tricolor sobre a situação do garoto.

O vídeo de Luiz Eduardo aos prantos contando o caso viralizou nas redes sociais e indignou os internautas. O garoto contou que ouviu injúrias raciais durante um jogo do Sub-11 da Caldas Cup, torneio infantil de escolinhas, em Caldas Novas, interior de Goiás. As ofensas teriam sido de Lázaro Caiana de Oliveira, técnico do Instituto S.E.T.

– O cara falava assim "Fecha o preto aí, ó! Aí eu aguardei para falar no final com os pais. Falou um 'tantão' de vezes" – disse o jovem no vídeo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários